Estônia Europa Letônia Lituânia Países Bálticos Riga Tallinn Vilnius

Roteiro pelos Países Bálticos – Informações para planejar sua viagem

Confesso que um roteiro pelos países bálticos não estava nas nossas listas, até que apareceu a oportunidade de ir para a região. Mas primeiro, quais são os países bálticos? Três países constituem essa região, que fica a nordeste da Europa. São eles: Estônia, Letônia e Lituânia, e todos são banhados pelo mar báltico, daí vem a denominação da região.

Os países bálticos permaneceram sob domínio russo por muito tempo, até que, em 1918, conseguiram sua independência. Apesar de receberem a denominação de países bálticos, eles são países independentes. Os três também fazem parte da União Europeia, desde 01 de maio de 2004, e adotaram o Euro como moeda.

Vale a pena conhecer os 3 durante a mesma viagem. Apesar de muito próximos, cada país tem suas particularidades e belezas. O roteiro pelos países bálticos caiu sem querer na nossa lista, mas foi uma das viagens que mais gostamos de fazer. Lugares lindos, comida boa, povo simpático e muitas outras coisas boas que encontramos por lá.

Informações importantes para planejar sua viagem para os Países Bálticos

Quando ir

Nós viajamos pelos Países Bálticos durante o mês de maio, que é primavera no hemisfério norte. Pegamos dias ensolarados e quentes. Mas geralmente, eles são frios pela manhã e a noite.

Consideramos entre maio e junho um bom período para conhecer os Países Bálticos, com temperaturas mais amenas.

Se prefere um clima mais quente, escolha ir entre julho e agosto, que é verão. Mas saiba que esse é o período de férias da Europa, e as cidades podem estar mais cheias.

Entre os meses de dezembro e fevereiro, o clima é bem frio, pois é inverno. Portanto, se não quer pegar temperaturas negativas, evite esse período. Mas também, em dezembro, é quando acontecem os Mercados de Natal, e o mercado de Natal de Tallinn, na Estônia, é considerado um dos mais bonitos da Europa.

Nos outros meses, também é possível encontrar temperaturas mais amenas, mas sempre mais para o frio que para o calor.

Geralmente, nos Países Bálticos o mês de fevereiro é o mais seco, e o que tem mais probabilidade de chuva é o mês de julho, seguido por agosto e setembro.

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar em nenhum dos 3 países que constituem os Países Bálticos.

Mas é necessário um passaporte válido. Esse passaporte deve ter validade de 3 meses após a data de saída do país. Ou seja, se o seu voo de saída dos Países Bálticos for dia 25 de abril, seu passaporte deve estar válido até, no mínimo, 25 de julho.

Brasileiros podem ficar até 90 dias a turismo, mas pode ser exigido comprovante de hospedagem e de recursos financeiros para se manter pelo período da viagem.

Seguro-Viagem

Os Países Bálticos, Estônia, Lituânia e Letônia, fazem parte do espaço Schengen. Resumidamente, esse é um acordo entre 26 países, que estabelece a livre circulação entre eles, sem a exigência de passar por imigração. Os países do espaço Schengen exigem também que os turistas tenham um seguro-viagem para cobrir possíveis emergências médicas. Esse seguro-viagem deve ser contratado com um valor mínimo de 30.000 euros.

Para facilitar o planejamento da sua viagem aos Países Bálticos, indicamos que você já faça uma cotação de seguro-viagem com o nosso parceiro Seguros Promo.

Para os leitores do blog, disponibilizamos um desconto de 5% em qualquer plano de seguro-viagem escolhido, use o cupom CONTANDODESTINOS. Se você optar por pagamento em boleto, ganhará mais 5% de desconto adicional.

Seguros Promo

Moeda

Os Países Bálticos fazem parte da União Europeia e adotaram o euro como moeda.

Idioma

Cada país tem a sua língua própria. Na Estônia o idioma oficial é o estoniano. Na Letônia é o letão e na Lituânia se fala o lituano.

Mas durante toda a nossa viagem pelos Países Bálticos, não encontramos nenhuma dificuldade em nos comunicar em inglês, tanto em hotel, como restaurantes e bares. Também realizamos Free Walking Tour em inglês.

 Viajar entre os Países Bálticos

Antes de começar nosso roteiro pelos Países Bálticos, visitamos Helsinque, na Finlândia.

De Helsinque chegamos em Tallinn de Ferry, fizemos a viagem durante a noite e já contamos tudo nesse post: Viagem entre Helsinque e Tallinn de Ferry.

Entre os Países Bálticos escolhemos viajar de ônibus. Fizemos os trajetos entre Tallinn e Riga e depois entre Riga e Vilnius com a empresa Ecolines. Fizemos um post detalhado de como comprar as passagens, quanto custou e como foi a nossa viagem de ônibus: Como viajar pelos Países Bálticos.

Pelas nossas pesquisas, o ônibus é a melhor forma de viajar entre os Países Bálticos, além de ser a mais econômica.

Roteiro pelos Países Bálticos: Estônia

A Estônia limita-se ao norte com o golfo da Finlândia, a leste com a Rússia, ao sul com a Letônia e a oeste com o mar Báltico, que separa o país da Suécia. A língua oficial do país é o estoniano, que é próximo do finlandês. A capital da Estônia é Tallinn, ou Talin, as duas grafias estão corretas.

Chegamos em Tallinn de navio, a partir de Helsinque, na Finlândia. Foi um mini cruzeiro durante a noite. A cidade com suas ruas, muros e torres do período medieval nos conquistou à primeira vista. Foi a que mais gostamos de conhecer.

Conheça as melhores localizações para se hospedar em Tallinn

Tallinn - Roteiro pelos Países Bálticos

Em Tallinn, não deixe de conhecer a Passagem de Santa Catarina, que nos transporta para o passado. Subir na torre da Igreja de São Olavo e conhecer algumas torres e partes do muro que protegiam a cidade na época medieval. Fazer um roteiro a pé pelo centro histórico Tallinn, que é Patrimônio Mundial da UNESCO, desde 1997, é uma delícia.

Veja nosso roteiro a pé pelo centro histórico de Tallinn

Roteiro pelos Países Bálticos
Passagem de Santa Catarina
Tallinn - Roteiro pelos Países Bálticos
Prefeitura de Tallinn

Aproveite o clima e almoce ou jante num restaurante medieval. Preparamos um post especial com dicas de onde comer em Tallinn. Passeie pelas margens do mar Báltico e visite o Seaplane Harbour, um museu que abriga um submarino de guerra, qual podemos entrar e ver como é por dentro. Além disso, tem diversas informações sobre embarcações e algumas partes interativas. Na parte de fora do museu, estão outros navios que podem ser conhecidos também.

Seaplane Harbour Museu

Consideramos que 2 ou 3 dias é um tempo bom para conhecer a cidade e suas atrações.

Roteiro pelos Países Bálticos: Letônia

A Letônia limita-se ao norte com a Estônia, a leste com a Rússia, a sul com a Lituânia e a oeste com o mar Báltico. A capital do país é Riga, que é também a maior das capitais entre os países bálticos. O centro histórico de Riga é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1997.

Encontre os melhores hotéis em Riga com os melhores preços

No centro histórico, a catedral da cidade se destaca na praça principal. Rīgas Doms é uma catedral luterana que foi construída em 1211, e é a maior catedral medieval dos países bálticos.

Catedral de Riga

Na catedral de São Pedro, é possível subir na torre. A também igreja luterana, possui uma torre que já foi a construção de madeira mais alta da Europa. Após a destruição que a igreja sofreu durante a 2ª guerra mundial, ela foi reconstruída pelos soviéticos, que instalaram um elevador na torre. O que facilita muito a vida do turista que quer ver a cidade de Riga de cima.

Roteiro pelos Países Bálticos - Riga
Roteiro pelos Países Bálticos

Um parque lindo, com um canal e muito verde, é um bom local para aproveita os dias quentes em Riga.

Riga
Riga

Consideramos que 2 dias é um tempo bom para conhecer a cidade e suas atrações.

Veja nosso post sobre os 15 pontos turísticos para conhecer em Riga

Roteiro pelos Países Bálticos: Lituânia

A Lituânia limita-se ao norte com a Letônia, a leste com a Bielorrússia, a sul com a Polônia e a oeste com o mar Báltico. A Lituânia é o maior dos países bálticos e sua capital é Vilnius. A capital do país é uma cidade agitada, alegre e com intensa vida noturna.

O centro histórico de Vilnius é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1994, e abriga a linda catedral da cidade.

Veja nosso post sobre: O que fazer em Vilnius

Catedral de Vilnius

Um passeio imperdível é o Museu das Vítimas de Genocídio em Vilnius, que conta desde os crimes durante a 2ª guerra mundial, até as atrocidades cometidas pela KGB, no período que o país esteve sob domínio da antiga União Soviética. É possível visitar as celas onde ficavam os presos.

Museu do Genocídio

Encontre os melhores hotéis em Vilnius com os melhores preços

Recomendamos um free walking tour, onde pode-se conhecer melhor a cidade e conhecer sua história. Passeie pelo distrito de Užupis, que em 1 de abril 1997, se declarou uma república independente e possui até uma constituição. Visitamos um outro país semelhante em Copenhagen, se chama Christiania.

Uzupio Vilnius - Roteiro pelos Países Bálticos

Separe um dia para fazer um bate-volta até Trakai, que fica a aproximadamente 30 quilômetros de distância de Vilnius. Conheça o Castelo de Trakai, que fica numa região linda cercada de lagos.

Castelo Trakai
Trakai

Consideramos que 1 ou 2 dias é um tempo bom para conhecer a cidade e suas atrações e mais um dia extra para conhecer Trakai.

No nosso roteiro pelos países bálticos conhecemos mais as capitais dos países. Mas cada país tem muitas atrações e belezas para oferecer, além das suas capitais.

Conhecer os Países Bálticos foi uma grata surpresa.


Quer achar esse post facilmente, sempre que precisar para consultar as dicas? Que tal salvá-lo no Pinterest

Você pode gostar também

20 Comentários

  • Reply
    Helen Waldemarin
    16 de agosto de 2018 at 21:59

    Que surpresa boa! Realmente parecem lugares deliciosos! Adorei o post!

  • Reply
    Liliane Inglez
    17 de agosto de 2018 at 09:40

    Li tudo sem piscar! (rs) Estou paquerando estes países há muito tempo e só fiquei com mais vontade! Aliás… que maravilha morar na Europa e poder conhecer tantos países, né? Teu blog está cada vez mais lindo! Parabéns!

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      18 de agosto de 2018 at 06:08

      Obrigada!! 🙂
      Os países bálticos são lindos, vale muito a pena conhecer!

  • Reply
    Tatiana
    17 de agosto de 2018 at 19:47

    Realmente são 3 países que não entram muito nos nossos roteiros tradicionais.
    Mas adorei conhecer um pouquinho pelo seu olhar.

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      18 de agosto de 2018 at 06:07

      É verdade, e eles valem muito a pena! Experiências incríveis!

  • Reply
    Melissa Lima
    18 de agosto de 2018 at 11:10

    Que legal! confesso nunca ter considerado esse roteiro, mas, depois desse post mudei de idéia. Preciso colocar na minha Bucket List! 🙂

  • Reply
    Lilian Azevedo
    18 de agosto de 2018 at 21:51

    Aline, adorei o post. Tudo bem explicadinho pra pegar e fazer igual . Cidades lindas ! Vocês foram em que mes ?
    Beijocas

  • Reply
    Fernanda
    20 de agosto de 2018 at 08:57

    Que delícia de post, Aline! Um roteiro que nunca tinha passado pela minha cabeça! Mas agora, lendo seu post, entrou pra minha lista rsrs. Já quero!!! Obrigada por mostrar esse lado menos explorado da Europa e nos encantar com suas fotos e relatos!

  • Reply
    Fernando Paes
    25 de outubro de 2018 at 17:20

    Aline, parabéns pelo seu Blog. Muito interessante. Como sou amane od Tênis, tenha assistido partidas de alguns jogadores dessa Região. Viajando pelos mapas, descobri esse seu Blog falando desses pequenos e lindos Países. Me encantei. Maravilha!!!

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      26 de outubro de 2018 at 06:25

      Olá Fernando,
      Poxa, que legal que encontrou o blog e gostou. Foram países que gostamos muito mesmo de ter conhecido um pouco. 🙂

  • Reply
    Ceni
    17 de março de 2019 at 09:27

    Aline gostei de suas dicas. Se eu precisasse escolher uma das 3 cidades. Qual ficaria? Vc preferiu Tallin a Vilnius?
    Porque talvez poderíamos ir para Helsink. Estamos em cima da hora. Iniciaremos por Paris, depois Cracovia e Varsóvia. Nossa Sai de 5 maio.

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      18 de março de 2019 at 09:38

      Olá, obrigada pela visita!
      Se tivesse que escolher apenas uma, seria Tallinn sim.
      Boa viagem.

  • Reply
    Thaiane
    2 de maio de 2019 at 19:45

    Olá, gostei muito da postagem! Estou de olho nesse roteiro e só me deu mais vontade de ir!
    Estamos pensando em fazer de carro, você acha viável? tem alguma dica?
    obrigada

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      3 de maio de 2019 at 08:31

      Olá, obrigada pela visita!
      Nós não fizemos de carro pois, iriamos ficar só nas capitais e o carro serviria para nos deslocar entre elas apenas. Chegamos em Tallinn e nosso voo saia de Vilnius. Para alugar um carro em Tallinn e devolver em Vilnius (outro país), as taxas eram inviáveis. Alugamos carro apenas 1 dia, para ir até Trakai.
      Veja bem o roteiro, onde vai pegar e devolver o carro, e se o valor é viável para você. O trajeto entre as capitais de ônibus é muito fácil e barato de fazer.
      🙂

  • Reply
    ISABEL BORGERT
    21 de junho de 2019 at 05:57

    Ola
    Estou indo para Paises balticos e gostaria de saber qual a voltagem lá 230 ou 220 precisa de adaptadores?
    Post belissimo ja estou curiosa.
    Grata
    Isabel

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      27 de junho de 2019 at 06:19

      Olá Isabel, obrigada pela visita.
      A voltagem é 220, a tomada é tipo C, com 2 pinos redondos
      😉

  • Reply
    João Carlos Caldeira
    31 de julho de 2019 at 09:09

    Aline bom dia!
    Estou planejando ver Andrea Bocelli na Estônia/Lituânia em Janeiro de 2020. Sei que é inverno rigoroso (mas não me assusta e gosto, já fiz S Peterburgo e Moscow em Dezembro).
    O inverno poderia impedir de fazer ¨muito¨passeios? Dificuldade extrema de se locomover? Vale a pena quantos dias paras os paises balticos em sua opinião?
    Parabéns pelo seu Blog!!!
    Alguma dica??

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      12 de agosto de 2019 at 12:24

      Olá João, acredito que o clima nos Países Bálticos seja semelhante ao da Rússia no inverno. Passeios ao ar livre podem ser mais dificeis, mas dificuldade extrema de locomoção, acredito que não tenha. Quanto ao tempo, depende bastante, se quiser conhecer apenas as capitais, considere pelo menos 2 dias em cada lugar.
      Assisti a um show dele em Colônia, na Alemanha, e foi incrível, show lindo!
      Muito obrigada pela visita e faça uma excelente viagem!

  • Reply
    Ana Marujo
    28 de agosto de 2019 at 07:06

    Olá, gostei muito das suas dicas. São países que eu adorava conhecer.

  • Deixe um comentário

    viaje com segurança