Europa Malta Valletta

O que fazer em 1 dia em Valletta, a linda capital de Malta

Malta é uma ilha da Europa, procurada por turistas por suas lindas praias e toda a sua história. Na verdade, Malta é um conjunto de 3 ilhas MaltaGozo e Comino. A Capital do país é Valletta, que apesar de pequena possui muitas atrações. A capital maltesa está ligada à historia da Ordem de São João de Jerusalém, mais tarde conhecidos como Cavaleiros de Malta. Os muitos monumentos espalhados por Valleta fazem da cidade um dos locais com maior densidade histórica do mundo. O centro histórico de Valletta é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1980.

Durante nossa visita a ilha de Malta, ficamos alguns dias em Valletta, e aproveitamos para conhecer bastante a cidade. Apesar de pequena, pode ser difícil escolher o que fazer em Valletta sem perder as coisas mais legais da cidade. Por isso, listamos as pontos turísticos imperdíveis de Valletta, para ajudar a organizar sua viagem.

Planeje sua viagem ⇒ Encontre os melhores hotéis em Valletta

 

Valletta

 

Roteiro de 1 dia sobre o que fazer em Valletta

Logo pela manhã, fomos ao The Palace State Rooms, o palácio do governo e The Palace Armoury, palácio das Armaduras. Para as entradas, utilizamos o Malta Discount Card, e já contei tudo sobre o cartão num post aqui no blog.

O Palácio do Governo está passando por restaurações, portanto, não conseguimos visitar muito. Mas é interessante ver como são feitos os restauros e como é cuidado cada detalhe. Mesmo com a restauração, vale a pena a visita, o palácio é lindo e rico em detalhes.

Valletta Valletta

O Palácio das Armaduras é incrível!! Possui muitas armaduras e a história da evolução delas. A visita ao museu dá direito ao áudio-guia, e é muito interessante saber cada detalhe, cada evolução de acordo com as batalhas, e até de acordo com a moda da época.

Ao lado da sala das armaduras, fica a sala das armas, outra sala interessante que conta a evolução das armas e como elas influenciaram as guerras e batalhas.

Palace Armoury
Palace Armoury
Palace Armoury Malta

Os 2 museus custaram 4€ por pessoa, tivemos 50% de desconto com o Malta Discount Card.

Para mais informações, acesse o site oficial The Palace State Rooms e The Palace Armoury.

Leia também ⇒ 8 praias lindas para conhecer em Malta

 

Tour com carro elétrico em Valletta

Depois da visita, para aproveitar melhor nosso tempo, resolvemos fazer um tour de carro. Na praça principal ficam vários carros elétricos, que cobram 25€ pelo tour. Fizemos o nosso com um guia muito legal, que nasceu em Malta e nos contou muitas curiosidades.

O que fazer em Valletta
Teatro Malta

Teatro de Malta que foi bombardeado durante a 2ª Guerra Mundial, e hoje funciona como um teatro a céu aberto

Uma coisa muito interessante que descobrimos no tour, é que a cidade, que é cheia de subidas e descidas, tem muitos degraus baixos. Isso é assim desde a época dos cavaleiros, esse pequeno degrau facilitava para os cavalos andaram e até para os cavaleiros com armadura.

Achamos que esse passeio vale muito a pena. Percorre os principais pontos da cidade, sempre com informações importantes, um pouco de história e depois você poderá voltar nesses lugares.

O guia nos estimulou a conhecer o interior da Catedral St. John. Já queríamos entrar e depois das palavras dele, não tivemos dúvida. Lá fomos nós conhecer mais uma catedral.

E por falar em igrejas, nosso guia nos contou que Malta possui 365 igrejas, uma para cada dia do ano. E somente em Valletta, existem 37 igrejas. Levando em consideração o tamanho do país e da cidade, são muitas igrejas.

Mas a St. John não é apenas mais uma catedral, ela é espetacular.

Leia também ⇒ 5 vantagens de alugar um carro em Malta

 

Catedral de St. John em Malta

A Catedral de St. John foi construída pelos cavaleiros da ordem de St. John entre 1573 e 1578. Os cavaleiros de St. John mais tarde conhecidos como cavaleiros de Malta, saíram de várias partes do mundo para reunirem-se em Malta. Portanto, a catedral foi construída com 8 capelas, cada uma para uma língua, ou região correspondente dos cavaleiros de St. John.

A entrada da catedral dá direito ao áudio-guia, e com ele você irá acompanhando todas as explicações sobre a catedral, as obras de arte de cada capela, alguns detalhes especiais, os santos padroeiros, entre outras coisas.

É proibido entrar na catedral com regatas e shorts (ou saia) muito curtos. Mas para auxiliar os turistas, existe na entrada uma cesta cheia de lenços para cobrir o corpo.

Na catedral também tem uma parte que é um museu. Nele encontramos a importante obra de Caravaggio, a decapitação de São João Batista. Caravaggio pertenceu a ordem dos cavaleiros de St. John mas foi expulso durante uma sessão que aconteceu na mesma sala que hoje sua obra fica exposta.

Além disso, encontramos uma sala onde fica o relicário de St. John, onde se encontra a mão direita de São João Batista. Esse relicário é muito importante porque foi com a mão direita que São João Batista batizou Jesus Cristo.

St. John Cathedral Malta
St. John Cathedral Malta
St. John Cathedral Malta

Essa Catedral é realmente imperdível. Vale cada minuto lá dentro.

Horário de abertura da Catedral: de segunda a sexta-feira das 9:30 às 16:30. Sábado das 9:30 as 12:30. Fechada para visita aos domingos e feriados.

Valor da entrada 10€ incluindo áudio-guia. A catedral não possui nenhum desconto com o Malta Discount Card.
Site oficial St. John Cathedral Malta

Leia também ⇒ 3 lugares para ver o pôr do sol em Malta

 

Continuando o passeio pela cidade de Valletta

Saindo da catedral fomos até a praça Pjazza de Valette, que é dedicada ao Gran Master Jean Parisot de la Valette. Nela fica a estátua desse importante Gran Master que teve um papel importante no cerco de Malta, em 1565, quando os malteses lutaram por mais de 3 meses contra 30 mil soldados otomanos, e mesmo estando em um número muito menor, venceram a batalha.

O que fazer em Valletta

Bem próximo da praça Pjazza de Valette fica o Upper Barrakka Gardens, um jardim lindo e muito agradável para um passeio. Lá também se encontra o elevador da cidade, e usamos para ir para o porto. Não paga nada para descer com o elevador. Mas se quiser utilizá-lo para subir, custa 1€, o que também não é muito caro, considerando as ladeiras de Valletta.

Fomos andando em direção ao porto, e encontramos lindas portas e janelas todas coloridas.

O que fazer em Valletta

Mas nosso destino final era o Hard Rock Café, onde tomamos uma deliciosa cerveja e encerramos nosso passeio por Valletta.

O que fazer em Valletta

Cada cantinho de Valletta é especial, as casas antigas, as ladeiras, os degraus, as janelas coloridas, então, além do roteiro tradicional, vale se perder nas ruazinhas da cidades e descobrir o seu cantinho especial. Aproveite Valletta!!

Veja onde ficar em Valletta, nos ficamos no British Hotel e fizemos uma resenha completa.


Booking.com

Planejando sua viagem?

Estamos aqui para te ajudar! Essas informações serão úteis para você:

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Tem algumas vantagens e para nós, a mais importante é que a maioria dos estabelecimentos tem cancelamento grátis. Isso ajuda muito, caso tenha algum contratempo ainda antes de viajar. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Em muitos países o Seguro Viagem é obrigatório e pode ser exigido na imigração. Por isso, nunca viaje sem. Você pode fazer agora uma cotação clicando aqui, e ganhará 5% de desconto utilizando o cupom CONTANDODESTINOS.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Get your Guide. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Fazendo as reservas pelos links acima, você não paga nada a mais e nós recebemos uma comissão, que nos ajuda a manter o blog e trazer sempre conteúdos novos e de qualidade para auxiliar na sua viagem.
Booking.com

Você pode gostar também

8 Comentários

  • Reply
    Ludmila
    20 de julho de 2017 at 06:08

    Adorei! Estou em valetta e assino embaixo. Antes de vir li alguns blogs comentando que nao era necessário parar em
    valleta, que era “minusculo”.. descordo! A cidade é muito simpática e as atracoes bem charmosos!
    Um beijo

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      25 de julho de 2017 at 07:01

      Obrigada pela visita!
      Eu adorei Valletta!! E acho mesmo que ela merece mais que 1 dia. Aproveite a cidade 🙂

  • Reply
    Flavia
    25 de outubro de 2017 at 16:49

    Oi Aline , tudo bem ? Não sei se comi mosca mas nao vi nenhum nome de locadora de carro , qual locadora vc recomenda em Valletta ? Este carro elétrico percorre somente dentro de Valletta ? Obrigada

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      6 de novembro de 2017 at 07:14

      Oi Flavia, alugamos o carro no aeroporto de Malta, e lá existem diversas locadoras. Escolha a que mais se encaixa a sua viagem, olhando carro, preço, e seguro. São muitas, não faltará opção. O carro elétrico de Valletta é um tipo de passeio, o motorista faz um roteiro já fechado, portanto, apenas dentro de Valletta, conhecendo os principais pontos turísticos.

  • Reply
    Bruna Munhoz
    6 de fevereiro de 2018 at 21:20

    Olá Aline, tudo bem? Adorei o seu post! Muito bem explicado. Fiquei apenas com uma dúvida. Na única foto que você e seu (esposo?) aparecem no post, como se chama esse ponto que vocês estão? Estou montando meu roteiro e achei essa vista linda, mas não consegui identificar que ponto é esse.
    Um beijo!

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      13 de fevereiro de 2018 at 07:20

      Oi Bruna, obrigada pelo seu comentário!
      Esse lugar tem uma vista linda né!! Fomos para lá com o tour no carro elétrico, se não me engano, é um estacionamento.
      Para ajudar um pouco, procure por The Fortress Builders – Fortification Interpretation Centre, é ali por perto, um pouco mais para cima!!
      Aproveite Malta, é um país lindo!! 🙂

  • Reply
    Carol
    29 de junho de 2018 at 11:02

    Olá tudo bem ? Adorei seu post
    Onde é a praça que vcs pegaram o carro eletrico para fazer o tour?
    Obrigada

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      29 de junho de 2018 at 18:04

      Oi Carol, obrigada pelo comentário.
      Pegamos o carro elétrico na praça ao lado da Catedral de St. John. Chegando ali você já verá! 🙂

    Deixe um comentário