Europa Óbidos Portugal

O que fazer em Óbidos – Um roteiro pela vila medieval portuguesa

As muralhas que cercam a vila de Óbidos atraem muitos turistas durante todo o ano. Mas é preciso dizer que, a vila medieval de Óbidos realmente vale a visita. A maioria das pessoas escolhem conhecer Óbidos fazendo um bate-volta a partir de Lisboa, pois a vila está a uma distância de aproximadamente 85 quilômetros da capital de Portugal. Portanto, saber o que fazer em Óbidos será essencial para aproveitar todos os encantos da vila.

Dom Dinis, que governou Portugal entre os séculos 13 e 14, deu a vila de Óbidos como presente de casamento para sua esposa, Dona Isabel. A partir daí, se iniciou uma tradição, em que Óbidos fazia parte do dote das rainhas de Portugal. Mas a história da vila é mais antiga, existe indícios de civilização antes da chegada dos romanos na região, mas foi a ocupação moura, no século 12, que deixou uma das heranças mais bonitas de Óbidos, a muralha.

Óbidos é, com certeza, uma pérola de Portugal. Uma vila que merece ser conhecida, suas pequenas ruas exploradas, seus cantinhos charmosos fotografados. Por isso, ande por toda a vila, esse será seu melhor roteiro de Óbidos.

O que fazer em Óbidos Portugal

Como chegar em Óbidos

Nós fizemos uma viagem de carro pelo centro de Portugal, e sinceramente, gosto muito desse tipo de viagem. Acho que nos dá mais liberdade de horário e até de mudar o trajeto no meio da viagem. Também achei que é a melhor forma de chegar a Óbidos. Existem 2 estacionamentos bem perto da entrada da vila, o mais perto é pago e o outro, que fica perto do Aqueduto, é gratuito. Mas lembre-se, essa é uma das vilas mais visitadas de Portugal, portanto, chegue cedo para garantir que o estacionamento ainda tenha vagas livres.

Se você quiser chegar em Óbidos de ônibus partindo de Lisboa, a empresa que faz esse trajeto é a “Rápida Verde”. Os ônibus para Óbidos saem de Campo Grande, e você pode chegar lá utilizando as linhas amarela ou verde de metrô. A passagem é comprada direto com o motorista e apenas em espécie. Cada passagem custa cerca de 8 euros por pessoa. Não esqueça de deixar o dinheiro separado para isso. Durante os dias úteis, os ônibus saem num intervalo de 30 minutos a 1 hora. Durante os finais de semana e feriados, o intervalo é maior. É importante se programar para essa viagem para não perder tempo, você pode consultar todos os horários de saída dos ônibus, tanto da ida como da volta, nesse link. O trajeto dura cerca de 1 hora e o ônibus para perto da entrada da vila de Óbidos.

Utilizar o trem para chegar em Óbidos é a pior opção. A estação de trem além de ser fora das muralhas de Óbidos, ainda é bem longe da entrada. Portanto, prefira uma das outras 2 opções.

Excursões

Se você não quer se preocupar com transporte, uma ótima opção é fazer excursões. Existem várias opções de passeio e algumas combinadas com outras cidades portuguesas, o que é uma ótima oportunidade de aproveitar bastante o dia.

O que fazer em Óbidos

Muralha

Uma das principais atrações de Óbidos é a muralha medieval. Ela cerca toda a cidade e data da época da dominação moura, por volta do século 12. É possível andar por boa parte dela, e se tem uma vista linda da parte de fora de Óbidos. Mas preciso ressaltar que é necessário cuidado, principalmente com crianças. A muralha só tem proteção de um dos lados, e mesmo assim, a proteção é baixa. Portanto, atenção redobrada para andar pelas muralhas.

Apesar dos cuidados, não deixe de ir, a vista para fora e para dentro, de todos os telhados das casas de Óbidos é especialmente linda. Para mim, é a melhor atração de Óbidos!

Para subir procure as escadas que ficam bem ao lado da entrada principal da vila.

O seguro-viagem é obrigatório em Portugal e leitores do blog tem desconto especial! Faça uma cotação na Seguros Promo. Use o cupom CONTANDODESTINOS e ganhe 5% de desconto em qualquer plano escolhido. E tem mais coisa boa, escolhendo o pagamento no boleto, você ganha + 5% de desconto.

Seguros Promo

Castelo de Óbidos

O Castelo de Óbidos foi mencionado desde 1153. O terremoto de 1755, que não atingiu apenas Lisboa, causou sérios danos na estrutura do castelo, e que por falta de dinheiro, não foi reformado. Em 1910, foi classificado como Monumento Nacional e no início da década de 30, começou sua reconstrução, mantendo os traços originais. Na mesma ocasião, houve a reconstrução da murada de Óbidos, que também estava danificada.

Em 1948, iniciou-se uma reforma para transformar o castelo numa pousada, que foi inaugurada em 1951. Hoje, a Pousada do Castelo é a hospedagem mais luxuosa de Óbidos e proporciona uma agradável experiência aos hóspedes que deseja passar uma noite no castelo.

Reserve uma noite na Pousada do Castelo de Óbidos

Passando pelo portal que fica ao lado do Castelo de Óbidos, fica um pátio, onde acontece alguns eventos e a charmosa feira medieval de Natal. É de lá que podemos ver o Castelo de Óbidos inteiro, como na foto acima.

Livraria Santiago

A igreja foi construída por volta de 1186, por ordem de D. Sancho I. A igreja servia ao castelo, e era usada pela família real. O terremoto de 1755 destruiu a igreja, que foi reconstruída logo depois, entre os anos de 1755 e 1778.

Hoje, dentro da igreja, encontra-se a livraria de Santiago, que vale muito a pena conhecer. Imponente, a Igreja de Santiago fica no final da Rua Direita, a rua principal de Óbidos.

Mercado Biológico

O Mercado Biológico é outro lugar que merece ser visitado em Óbidos, ele fica na rua Direita, localizado no prédio de um antigo quartel de bombeiros. Lá encontrará produtos biológicos e também livros de todos os tipos, inclusive livros raros.

Igreja matriz de Santa Maria

A Igreja de Santa Maria é a matriz da cidade e fica na praça de mesmo nome. Essa igreja data do século 16 e foi construída por ordem da rainha D. Leonor, esposa de D. João II. Nessa igreja aconteceu o casamento de D. Afonso (futuro rei D. Afonso V de Portugal) com a sua prima D. Isabel, quando ele tinha 10 e ela 8 anos de idade. Por volta de 1571, a igreja estava em ruínas, e sob ordem da rainha D. Catarina da Áustria, ela foi remodelada e ganhou a forma que tem hoje.

Para chegar na Igreja de Santa Maria, siga a rua Direita, e a igreja estará ao lado esquerdo.

Rua Direita

Essa é a rua principal de Óbidos, e fica bem na frente da entrada da vila. Ela é cheia de lojas que vendem desde artesanato, souvenir, até ginjinha, para tomar na hora e para levar uma garrafa para casa. Numa primeira impressão, ela pode parecer bem “pega-turista”, mas ela é charmosa de mais, principalmente, se chegar bem cedo e andar pela rua Direita ainda sem muitos turistas.

O que fazer em Óbidos

Aqueduto

O Aqueduto fica fora das muralhas da vila de Óbidos, e no estacionamento perto da entrada da vila. Ele data do século 16 e tem 3 quilômetros de extensão.

Onde comer

Como ficamos apenas algumas horas em Óbidos, paramos para tomar um café. Escolhemos o Capinha d’Óbidos, que fica bem em frente a Igreja de Santa Maria.

A atendente estava preparando um pão recheado que ia entrar no forno, e ficamos com vontade de provar. Provamos o recheado com chouriço e estava uma delícia.

Em Óbidos, não deixe de provar a ginjinha, um licor de uma fruta chamada ginja, que é semelhante a cereja. Esse licor é originário de Óbidos, e você o encontrará em todos os lugares da vila. Se quiser provar por lá mesmo, tome no copinho de chocolate, que é uma delícia de comer, depois que degustou seu licor. Você também encontrar a ginjinha em garrafas de diversos tamanhos, e pode ser uma boa opção de lembrança para levar de Óbidos.

Onde se hospedar em Óbidos

Como já citamos, você pode se hospedar na Pousada do Castelo de Óbidos, mas também existem outros tipos de hospedagem dentro das muralhas. São hospedagens para diversos gostos e tipos de bolso, entre elas, destacamos:

Foral Guest House – Óbidos – Hospedagem simples, mas bem localizada, possui suítes ideais para quem viaja em casal. Ótimo custo-benefício para quem procura economia.

Casal Da Eira Branca – Óbidos – Localizado em um prédio histórico que ainda mantem algumas partes originais. Todos os apartamentos possuem cozinha. Já os hospedes dos quartos tem acesso a uma cozinha partilhada. Bom custo-benefício para quem procura conforto com bons preços.

Rainha Santa Isabel – Óbidos History Hotel – Um hotel confortável, sem perder o estilo rústico com móveis antigos de madeira. Localizado numa autêntica casa portuguesa, possui 20 quartos climatizados. Também possui quarto familiar, ótimo para quem viaja com família.

Casa de S. Thiago do Castelo – Está situado num edifício antigo, perto da Igreja de Santiago. Os quartos são mobiliados com móveis antigos, mantendo a decoração clássica. A casa serve café da manhã com produtos sazonais, que pode ser servido no salão interno ou no terraço. Uma hospedagem com charme e ótimos preços.

Lovin Book Guesthouse – Localizado num edifício medieval totalmente reformado, seus quartos foram renovados com materiais reciclados. Excelente opção para quem busca boa localização, pois essa hospedagem fica na rua Direita, a rua principal de Óbidos.

Hotéis 4 estrelas

Pousada Vila Óbidos – Um hotel 4 estrelas que te proporciona uma experiencia confortável dentro das muralhas de Óbidos. Possui serviço de concierge, serviço de quarto e wi-fi gratuito. Todas as manhãs é servido um buffet de café da manhã. Ideal para quem procura conforto associado a bom preço.

Hotel Casa Das Senhoras Rainhas – Um hotel Boutique que possui quartos climatizados com varanda e lindas vistas da cidade. Possui recepção 24 horas e os funcionários disponibilizam serviço de aluguel de bicicletas e de carros, o que pode ser uma boa ideia para conhecer mais a região.

Agora você já tem todas as informações necessárias para planejar sua visita a vila de Óbidos. Saber o que fazer em Óbidos é essencial para um melhor aproveitamento do seu dia, mas não se esqueça, se tiver a oportunidade, se hospedar dentro das muralhas de Óbidos, ver a cidade a noite e vazia, também é uma experiência única.

Você pode gostar também

2 Comentários

  • Reply
    Anna
    18 de maio de 2019 at 16:54

    Estivemos em Portugal este ano, entre janeiro e fevereiro, e passamos um dia em Óbidos. É um lugar fofo e charmosinho, tem boa comida, mas para mim, óbvio que cada um tem seu gosto, não seria um lugar pra ficar mais que um dia, já que em 1 dia vimos tudo que tinha para ser visto.
    Não tivemos problemas com estacionamento, foi tudo muito tranquilo.
    Como tudo em Portugal, Óbidos vale muito a pena conhecer!
    E a variedade de lembrancinhas é a cereja do bolo do local!

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      20 de maio de 2019 at 06:46

      Como você disse Anna, cada um tem um gosto. Sempre que posso, gosto de passar uma noite no local, por menor que seja. Isso me faz sentir ainda mais o clima do lugar 🙂

    Deixe um comentário