Estocolmo Europa Museu Suécia

Vasa Museum – o museu do navio que naufragou no século 17

O Vasa Museum é um dos museus mais visitados de Estocolmo. Ele expõe o navio Vasa, que foi construído na primeira metade do século 17 e conta toda a história desde a construção até os dias atuais. O navio começou a ser construído em 1625, por ordem do rei da Suécia, Gustav II Adolfo, que queria tornar o país uma das potencias mais temidas da Europa. O navio Vasa era o maior e mais poderoso navio de guerra da época. A Suécia possuía outros 20 navios de guerra, mas nenhum tinham tantos canhões como o Vasa, eram 64 canhões.

Meses antes de ser inaugurado, o capitão do navio Vasa, durante uma inspeção, percebe uma certa instabilidade do navio, mas o rei ordena que o navio seja terminado e que saia para o mar. Então, em 10 de agosto de 1628, o navio Vasa inicia sua viagem inaugural. Após navegar no máximo 1.300 metros, o navio começou a afundar e em poucos minutos estava completamente embaixo d`água. Não se tem registros muito precisos, mas estima-se que o navio Vasa levou com ele para o fundo do mar, cerca de 30 a 50 vidas, dos 150 tripulantes.

Depois disso o Vasa foi esquecido no fundo do mar, até que em 1956, o pesquisador Anders Franzén redescobriu o navio, que estava em consideráveis condições levando em consideração o tempo de naufrágio. Em 1961, 333 anos depois do naufrágio, o navio Vasa foi resgatado e voltou a superfície. Após o resgate, o navio passou por um longo período de restauração até estar pronto para ser exposto aos visitantes do Vasa Museum.

Vasa Museum Estocolmo

Ficamos hospedados em Estocolmo no Downtown Camper, um hotel incrível e fizemos uma postagem completa sobre ele.

 

Por que o navio Vasa afundou?

Diferente de hoje, no século 17 não existia nenhum tipo de tecnologia para projetar precisamente um navio. Com base em documentos da época, sabe-se que o projeto do navio Vasa foi sendo alterado depois que as obras de construção começaram. O problema foi que o rei sueco queria que fossem instalados muitos canhões, o que significava que o projeto inicial ficaria inadequado. Mesmo fazendo alterações, elas não foram suficientes. O navio possuía três mastros podendo suportar dez velas, media 52 metros da cabeça do mastro à quilha e 69 metros da proa à popa e pesava 1200 toneladas. Ele acabou ficando muito comprido e alto e pouco largo, o que o tornou totalmente instável. Durante a visita ao Vasa Museum conseguimos ver exatamente que ele não era largo o suficiente.

E quem levou a culpa pelo naufrágio? O culpado foi quem projetou o navio, o mestre Henrik Hybertsson, que morreu cerca de 1 ano antes da inauguração do navio. Portanto, ele não estava ali mais para se defender nem para ser punido. E encerrou-se o assunto.

 

Restauração do Navio Vasa

Depois que foi resgatado, o desafio era reconstruir o navio. A madeira estava encharcada, e se deixassem ela simplesmente secar, iria encolher e rachar. Para evitar isso, começou um processo de restauração e conservação do navio. Eles utilizaram polietilenoglicol, PEG, que penetra na madeira e substitui a água. Os objetos soltos foram colocados de molho, enquanto o casco do navio era pulverizado durante 24 horas por dia, todos os dias. Para isso contaram com a ajuda de 500 bicos e um elaborado sistema de filtragem e bombeamento. Esse tratamento começou em 1962 e durou até 1979.

Depois desse processo, a secagem da madeira continua e se inicia um processo de remontagem do navio. Juntamente com o Vasa foram encontrados muitos objetos, entre eles cerca de 700 esculturas. A remontagem do navio se transformou num gigantesco quebra-cabeças. Os navios de guerra do século 17, eram verdadeiros palácios flutuantes. Possuíam muitas esculturas e ornamentos. Entre as esculturas estavam leões, heróis bíblicos, imperadores romanos, criaturas marinhas, entre outros. Todos tinham o objetivo de enaltecer a monarquia e mostrar seu poder, cultura e ambições políticas. Hoje, o navio Vasa tem a cor da madeira, mas no século 17 ele era inteiro pintado, como mostra a miniatura.

Navio Vasa Estocolmo

Esse trabalho todo resultou num navio do século 17 com 98% do seu material original. Uma verdadeira aula de história com materiais reais.

O museu foi construído em volta do navio, onde ele estava sendo restaurando.

Leia também ⇒ Informações importantes para planejar sua viagem para Estocolmo

 

Dicas para visitar o Vasa Museum

Como citei, é um dos museus mais visitados de Estocolmo, portanto, chegue cedo, pois ele fica realmente lotado.

Quando chegar, ao lado da entrada, tem um balcão de informações. Vá até lá e se informe quando é o próximo tour guiado na língua de sua preferência, nós fizemos em inglês. Ele dura cerca de 25 a 30 minutos e é essencial para enriquecer de informações sua visita.

Enquanto aguarda o horário do tour (ou logo após ele), vá até o cinema que fica também perto da entrada, e assista o filme sobre o navio. O filme mostra um pouco sobre sua construção e é ambientado no século 17.

Depois disso, explore toda a área da forma que desejar, não existe uma ordem certa. Cada andar vai te dando informações sobre detalhes do navio. Existem placas informativas que estão disponíveis em diversas línguas, como: sueco, inglês, espanhol, chinês, japonês, entre outras.

Navio Vasa Estocolmo Navio Vasa Estocolmo

Uma parte interessante da exposição mostra como pesquisadores estão tentando resgatar as identidades da tripulação que se afogou, baseados nos restos mortais encontrados junto com o navio.

Vasa Museum Estocolmo

Separe pelo menos 2 horas para visitar o museu. Nós ficamos quase 3 horas e não conseguimos ver detalhadamente tudo que tem por lá. Ver o navio, que é enorme, é incrível. Olhar aquela estrutura toda e imaginar que ele foi construído no século 17, sem nenhuma tecnologia, ficou 333 anos no fundo do mar e agora está ali, diante dos nossos olhos é uma experiencia única.

 

Informações sobre o Vasa Museum

O Vasa Museum tem horários de funcionamento variados:

De 02 de janeiro a 31 de maio e de 01 de setembro a 30 de dezembro, diariamente das 10 às 17 horas. Às quartas-feiras das 10 às 20 horas.

De 01 de junho a 31 de agosto, diariamente das 8:30 às 18 horas.

No dia 31 de dezembro, funciona das 10 às 15 horas e permanece fechado nos dias 01 de janeiro e de 23 a 25 de dezembro.

Os ingressos para o Vasa Museum custam 130 SEK por adulto e crianças de 0 a 18 anos não pagam. O tour guiado que citei anteriormente, está incluído no valor da entrada. Você poderá comprar os ingressos na hora ou pela internet no site oficial. Atenção: se comprar pela internet, observe que o ingresso é válido até 90 dias da data da compra!

A entrada para o Vasa Museum está incluída no Stockholm Pass. Entramos no museu utilizando nosso Stockholm Pass e deu super certo, não pagamos nada a mais.

Site oficial do Vasa Museum

 

Como chegar ao Vasa Museum

O Vasa Museum fica na ilha de Djurgården, que é a mesma do Skansen, o museu a céu aberto de Estocolmo. Na mesma ilha, fica também o museu do ABBA. Você pode se organizar e visitar esses museus no mesmo dia.

O ideal é ir ao Vasa Museum a pé ou utilizando o transporte público. Pois há poucas vagas para estacionar carros por lá.

Partindo de Gamla Stan, que é o centro histórico de Estocolmo, chega-se ao museu após uma caminhada de 30 minutos.

Para chegar com transporte público, você poderá pegar o tram número 7, o ônibus número 69 ou 67. Em qualquer um, você deverá descer na estação Nordiska museet/Vasamuseet.

Você também pode chegar ao Vasa Museum utilizando ônibus ou barco Hop On Hop Off de Estocolmo, ambos tem paradas na frente do museu.

Adoramos visitar o Vasa Museum, foi uma experiência incrível e única. Vale muito a pena visitar, coloque o museu na sua lista!

Vasa Museum Estocolmo




Booking.com

Planejando sua viagem?

Estamos aqui para te ajudar! Essas informações serão úteis para você:

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Tem algumas vantagens e para nós, a mais importante é que a maioria dos estabelecimentos tem cancelamento grátis. Isso ajuda muito, caso tenha algum contratempo ainda antes de viajar. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Em muitos países o Seguro Viagem é obrigatório e pode ser exigido na imigração. Por isso, nunca viaje sem. Você pode fazer agora uma cotação clicando aqui, e ganhará 5% de desconto utilizando o cupom CONTANDODESTINOS.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Get your Guide. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Fazendo as reservas pelos links acima, você não paga nada a mais e nós recebemos uma comissão, que nos ajuda a manter o blog e trazer sempre conteúdos novos e de qualidade para auxiliar na sua viagem.
Booking.com

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe um comentário