Alemanha Cidades da Alemanha Parceria Região Oeste Alemanha

Conhecendo Frankfurt com um Walking Tour pelo centro histórico

Fiquei pouco tempo em Frankfurt, e quis aproveitar da melhor forma possível.

Pela manhã, visitei o Goethehaus, o museu que fica na casa que Goethe nasceu, contei nesse post aqui. E após o almoço, fiz um walking tour exclusivo pelo centro histórico da cidade, e depois um passeio com ônibus hop on hop off, para alcançar pontos mais distante do centro.

Conhecendo o centro histórico de Frankfurt

No walking tour, nossa guia foi a simpática Alexa, uma portuguesa que vive a muitos anos em Frankfurt e nos contou detalhes especiais sobre a cidade.

Começamos o tour pelo Wacker’s Kaffee, uma cafeteria que tem o melhor café da cidade. Eles torram os grãos e moem na hora, forma uma fila enorme só para tomar uma xícara desse café. EU provei, e é mesmo uma delícia.

Frankfurt

Frankfurt é um centro financeiro, possui aproximadamente 300 bancos, e desses, metade são bancos internacionais. A cidade também possui alguns arranha-céus, mas eles têm lugares definidos e delimitações para serem construídos, não podem construir em qualquer lugar.

Os primeiros prédios a serem aceitos pela população foram as 2 torres do Commerzbank, que hoje são chamadas de débito e crédito.

A cidade já foi cercada por 2 muralhas, a primeira e menor, foi construída no século 12 e a maior, que foi construída para aumentar a cidade, data do século 14.

Caminhando pelo centro chegamos ao Kleinmarkthalle. Um mercado cheio de barracas com frutas, legumes, verduras, temperos, e até uma peixaria, um verdadeiro paraíso.

Frankfurt

 

Frankfurt

 

Frankfurt
Na placa dessa barraca diz: Procura-se simpático ajudante (4 homens ou 1 mulher)
Amei essa placa, é muito verdadeira rsrs

Saindo dali, chegamos a Catedral de Frankfurt, ou Kaiserdom. Essa igreja do século 15, foi por muito tempo o local onde eram eleitos os imperadores do Sacro-Império.

Frankfurt
Frankfurt

A torre da Catedral possui aproximadamente 95m de altura, e no seu topo ficava um tipo de casa, onde sempre se encontrava um guarda. A guia nos contou uma história curiosa sobre isso: O último que morou na torre era protestante, e todos os domingos, ele descia para a porta da igreja para entregar panfletos, tentando converter os católicos.

Frankfurt

Durante a 2ª Guerra Mundial, a cidade de Frankfurt foi bastante bombardeada, e a catedral não foi poupada. Mas a torre não foi destruída, pois por ser bem alta, servia de referência para os aviões se localizarem.

A catedral fica bem perto ao rio Main, e fomos andar pelas margens até a ponte Eiserner Steg.

Frankfurt

Voltando em direção ao centro da cidade, chegamos a única casa de Enxaimel (Fachwerk) que sobreviveu a destruição dos bombardeios da 2ª Guerra Mundial.

Frankfurt

A maior parte da cidade, era construída com esse tipo de casa, e durante os bombardeios, o fogo se alastrou rapidamente, destruindo quase 90% da cidade.

E então, chegamos no lindo centro de Frankfurt. A praça é cercada por casas que foram destruídas durante a 2ª Guerra Mundial, e depois reconstruídas como as originais.

Frankfurt

No chão, no meio da praça, fica esse monumento:

Frankfurt

Essa placa se refere a queima de livros que aconteceu durante a 2ª Guerra Mundial.

Também podemos encontrar 2 fontes e o prédio da prefeitura, que em Frankfurt ao invés de ser chamado Rathaus, possui outro nome, Römer.

Frankfurt

Na parte de trás, a prefeitura foi ampliada para um prédio do outro lado da rua e para unir os prédios, foi construída uma ponte, que é chamada ponte dos suspiros. O nome está relacionado porque no prédio novo eram pagos os impostos.

Frankfurt
Essa ao fundo, é a ponte dos suspiros

Numa praça atrás da prefeitura fica a Paulskirche, que apesar de ainda levar o nome de Igreja, não é mais usada para esse fim. A igreja que existia ali, foi construída entre 1789 e 1833, e era a principal igreja protestante de Frankfurt. Durante a 2ª Guerra, ela foi totalmente destruída, e quando foi reconstruída passou a ser usada pela Assembleia Nacional da Alemanha. É possível entrar na Assembleia e conhecer, a visita é gratuita.

E aqui se encerrou nosso walking tour. Eu adorei conhecer Frankfurt e um pouco mais da história da cidade.

Quem também quiser fazer um walking tour, é só entrar em contato com o centro de turismo de Frankfurt (site oficial).

O passeio de ônibus eu contarei em outra postagem. J

Leia sobre Frankfurt também no blog Ta indo pra onde?
Veja mais algumas fotos:

Frankfurt

 

Frankfurt
Frankfurt
Obrigada por toda a simpatia e assistência
Danke danke sehr für alles!!!

*Agradeço ao centro de Turismo de Frankfurt pelo apoio.

**As opiniões expressas aqui são pessoais, de acordo com a minha experiência.

Planejando sua viagem a Frankfurt? Aproveite para reservar agora seu hotel pelo Booking.com e garantir os melhores preços!!

Lembre-se!! Se você quiser ajudar o blog, reserve seu hotel pelo Booking.com diretamente nos links aqui do blog. Dessa forma, receberemos uma pequena comissão e você não pagará nada a mais por isso.



Booking.com


Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!

Facebook

Instagram

Twitter

Pinterest

Booking.com

Você pode gostar também

6 Comentários

  • Reply
    Bárbara Hernandes
    19 de fevereiro de 2016 at 13:54

    Adorei o post e as fotos! Sempre ouvi falar que Frankfurt não era muito legal de visitar e que não tinha muita coisa pra fazer, mas se tratando de Alemanha, sempre tem, né? ô país incrível!

  • Reply
    Fernanda Scafi
    19 de fevereiro de 2016 at 13:54

    Oba! Obrigada pela citação!! Ah, tô de olho quase que diariamente procurando passagens pra Alemanha não tão caras rs e aí certeza que vou pra Aachen!!! rs bjs!

  • Reply
    A Li na Alemanha
    19 de fevereiro de 2016 at 13:54

    Eu tb Bárbara!! Mas me surpreendeu mesmo!! 🙂
    Bjooo

  • Reply
    A Li na Alemanha
    19 de fevereiro de 2016 at 13:55

    😉
    veeeem logo!!rsrs

  • Reply
    Kate Gilz Neckel
    20 de agosto de 2016 at 08:10

    Olá Li… conheces alguém que pode receber brasileiros em Frankfurt, tipo buscar no aeroporto, ou fazer serviço de tour por um dia algo assim?

  • Reply
    A Li na Alemanha
    20 de agosto de 2016 at 08:12

    Hmm não conheço. O tour eu fiz com uma portuguesa, mas ela trabalha para o centro de turismo, não tenho o contato direto dela.
    Bjooo

  • Deixe um comentário