Braga Europa Portugal

O que fazer em Braga, Portugal – roteiro de 1 dia

Braga é uma cidade antiga, da época do Império Romano. Sua construção se iniciou por volta do ano 27 a. C., quando se chamava Bracara Augusta. A Sé de Braga é a igreja mais antiga de Portugal, e tem grande importância para o catolicismo.

Sua localização, ao norte de Portugal, facilita quem pretende conhecer a cidade através de um passeio bate-volta partindo do Porto. Nós conhecemos Braga em setembro de 2019, saímos de Porto, paramos em Guimarães e depois pernoitamos em Braga. Depois seguimos viagem para Santiago de Compostela.

O centro histórico de Braga não é muito grande e é possível percorrê-lo a pé, conhecendo os principais pontos turísticos. Separamos e listamos aqui os locais para você visitar e saber o que fazer em Braga num roteiro de 1 dia.

Veja nosso roteiro completo de 15 dias entre Porto e Lisboa

Onde ficar em Braga

Nós passamos uma noite em Braga e aconselhamos, principalmente se você quer conhecer mais lugares do norte de Portugal. Escolhemos um apartamento, bem no centro, na frente do Jardim de Santa Barbara, o que facilitou conhecer a cidade a pé.

O apartamento escolhido foi o Central Square House, que tem 2 quartos e cozinha completa, acomodou muito bem 4 pessoas. Reservamos pelo Booking.com, as instruções de como entrar no apartamento são enviadas por e-mail e foi muito simples. O apartamento não tem estacionamento disponível, portanto, se estiver de carro, deve estacionar em outro local e seguir a pé. Achamos o custo-benefício excelente.

Veja todas as hospedagens disponíveis em Braga.

Sabia que é obrigatório os turistas terem seguro-viagem para viajar para Portugal? Os leitores do blog tem desconto especial! Fazendo uma cotação na Seguros Promo e utilizando o cupom CONTANDODESTINOS você ganhará 5% de desconto em qualquer plano escolhido. E tem mais coisa boa, escolhendo o pagamento no boleto, você ganha + 5% de desconto. Aproveite nossa promoção especial e faça agora uma cotação!

Seguros Promo

O que fazer em Braga

1. Jardim de Santa Barbara

Como estávamos hospedados bem na frente, começamos o roteiro pelo jardim. Um lindo pedaço colorido no meio dos prédios antigos do centro de Braga. Quando fomos o Jardim de Santa Barbara estava especialmente florido.

No centro do jardim existe uma fonte do século XVII com a estátua de Santa Barbara no topo.

Jardim de Santa Barbara em Braga, Portugal

No fundo do jardim vemos uma construção que parece um castelo. Essa parede de pedras erguida na Idade Média, faz parte do Paço Episcopal Bracarense, que falaremos a seguir.

Jardim de Santa Bárbara em Braga, Portugal

2. Largo do Paço

Depois seguimos para o Largo do Paço. Ele é constituído por um conjunto de edifícios que já foi a residência dos Arcebispos, conhecida como Paço Episcopal Bracarense. No centro da praça fica o chafariz do castelo, que data de 1723. Entre os edifícios que ficam nessa praça, estão o Salão Nobre da Universidade do Minho, a Biblioteca Pública de Braga e o Arquivo Municipal.

Largo do Paço em Braga, Portugal

3. Arco da Porta Nova

O Arco da Porta Nova foi construído no século XVI, por volta do ano 1512, numa muralha já existente. Foi construído por ordem do Arcebispo D. Diogo de Sousa e tinha um conceito inovador, pois como não havia mais guerras, o arco não recebeu uma porta.

Ainda hoje, ele está lá e é uma passagem para o centro histórico de Braga.

Arco da Porta Nova em Braga, Portugal

4. Sé de Braga

Voltando para o centro histórico passamos pela Sé de Braga.

A Sé de Braga é a catedral mais antiga do país e garante uma expressão popular. Quando querem falar que algo é velho, dizem: “é mais velho que a Sé de Braga”.

Possui vários estilos arquitetônicos. Na fachada predominam os estilos gótico e românico. Já no seu interior podemos ver a arquitetura barroca. Essa mistura de estilos se deve ao fato de a catedral ter sido ampliada algumas vezes, sendo bem maior que seu plano original.

S[e de Braga, em Portugal

É necessário pagar a entrada para conhecer a Sé de Braga. Existem vários percursos para visitar.

Para conhecer o Tesouro-Museu da Sé de Braga a entrada custa 3 euros por pessoa.

Para visitar as capelas e o Coro Alto, a entrada custa 2 euros por pessoa.

Para visitar a catedral, a entrada custa 2 euros por pessoa.

Existe um ingresso combinado onde pode conhecer os 3 percursos, e custa 5 euros por pessoa.

O horário de funcionamento é diariamente das 9:30 às 12:30 e das 14:30 às 17:30 (no verão fica aberto até as 18:30).

A catedral é fechada para visita de turistas durante o serviço religioso.

5. Torre de Menagem

A Torre de Menagem é a parte mais conservada do antigo Castelo de Braga. Está classificada como monumento nacional desde 1910.

Hoje, no seu interior, acontecem eventos culturais e exposições artísticas temporárias.

Torre de Menagem em Braga, Portugal

Além desses lugares, não deixe de caminhar pela Praça da República, onde ficam diversos bares e restaurantes.

O que fazer em Braga, Portugal

6. Theatro Circo

Aproveite para andar pela florida Avenida da Liberdade até chegar ao Theatro Circo, considerado por muitos a mais bela sala de espetáculos do país.

O Theatro Circo foi inaugurado em 21 de abril de 1915, num momento que a cidade passava por um grande desenvolvimento econômico e social. Sua sala principal tem capacidade para 897 pessoas sentadas.

Theatro Circo em Braga, Portugal

7. Bom Jesus do Monte

Esse local é um pouco afastado do centro de Braga, e a forma mais fácil de chegar lá é de carro. Mas vale muito a pena e vou mostrar um pouco.

O Santuário do Bom Jesus e todo seu entorno é um dos cartões-postais do norte de Portugal, principalmente a escadaria.

Escadaria do Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga, Portugal

O santuário fica no topo de uma montanha e para chegar lá existem 3 formas e explicamos tudo num post específico sobre o Bom Jesus do Monte.

Além da escadaria e da Basílica que é muito bonita, existe um parque que é possível caminhar. E lá de cima se tem uma vista maravilhosa da cidade.

Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga, Portugal

O Santuário do Bom Jesus do Monte está classificado como Monumento Nacional e em 7 de julho de 2019, foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO.

Certamente, é um lugar imperdível em Braga.

Essas são as nossas sugestões sobre o que fazer em Braga. Também foi esse o roteiro de 1 dia em Braga que seguimos. Foi possível conhecer todos os pontos turísticos, andar com calma pelo centro e curtir o dia quente que estava fazendo em setembro no norte de Portugal.

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe um comentário

covid-19 alemanha