Alemanha Colônia Museu Região Oeste Alemanha

Schokoladenmuseum: O museu do chocolate de Colônia, na Alemanha

Uma das atrações mais procuradas em Colônia é o Schokoladenmuseum, o museu do chocolate. Ele está localizado as margens do Rio Reno, a poucos minutos de caminhada da linda Catedral de Colônia. Tudo começou com Hans Imhoff, que era um fabricante de chocolates apaixonado pelo seu trabalho. Em 1972, Hans assumiu a fábrica de chocolates Stollwerk, sediada em Colônia, e graças aos seus esforços, ela se tornou uma das principais fábricas de chocolate da Europa.

Em 31 de outubro de 1993, Hans inaugurou o Museu do Chocolate. O prédio do museu, todo de vidro, já é uma atração a parte. São 3 andares que contam toda a história do chocolate e nos mostra como ele é fabricado desde o cacau até estar pronto para comermos.

Dentro do museu fica uma mini fábrica da Lindt, onde cerca de 400 quilos de chocolate são processados todos os dias. Tem ainda uma fonte, que foi construída exclusivamente para o museu, com 200 quilos de chocolate. Também tem um espaço onde foi construída uma pequena floresta tropical. Você também poderá escolher o seu próprio chocolate, com os ingredientes que quiser. E para encerrar a visita, tem uma loja do museu recheada de chocolates, principalmente chocolates da Lindt.

Agora vem uma pergunta importante, vale a pena visitar o Museu do Chocolate em Colônia? Vou contar como foi minha visita e o que achei do museu.

Vai viajar para Colônia? Veja nosso post com as melhores localizações para se hospedar na cidade.

 

Visitar o Schokoladenmuseum: O museu do chocolate de Colônia

No início da visita descobrimos os principais locais que produzem o cacau, como é a árvore, o fruto. E nessa primeira área que está a pequena floresta tropical.

Museu do Chocolate Colônia Museu do Chocolate Colônia

A floresta é úmida e bem quente, fica isolada por vidros e para entrar é necessário passar por 2 portas. Isso faz com que o clima dentro dessa estufa, seja mesmo parecido com o tropical. Ela está cheia de plantas típicas, mas uma coisa me chamou a atenção, a quantidade de mamão que encontrei na “floresta”. Achei lindo, já que essa é uma fruta muito difícil (e cara) de se encontrar na Alemanha.

Museu do Chocolate Colônia

No andar térreo, podemos ver ainda como é feito o transporte do cacau, e quais especiarias podem ser colocadas na preparação do chocolate. Se você mexer nos tubos abaixo, eles liberam um cheiro da especiaria correspondente.

Museu do Chocolate Colônia

 

Fábrica de Chocolate

E por fim, já começamos a ver a pequena fábrica de chocolate. Máquinas trabalhando nos mostram o chocolate sendo processado e preparado. É no final da visita do piso térreo que fica a fonte de chocolate. Essa fonte com 3 metros de altura, jorra 200 quilos de chocolate sem parar. Uma funcionária molha biscoitos tipo waffle no chocolate e entrega para os visitantes. Uma delícia!

Museu do Chocolate Colônia

No segundo andar podemos ver, através de vidros, a produção mesmo de chocolate, em barra, bombons, em formato de bichos. São diversos tipos e formas.

Museu do Chocolate Colônia Museu do Chocolate Colônia

Museu do Chocolate Colônia Museu do Chocolate Colônia

É nessa parte que você pode escolher os ingredientes do seu chocolate. É só pegar o folheto, marcar as opções que deseja e voltar depois de 45 minutos para pegá-lo. Esse chocolate customizado custa 4,90 euros.

 

Mais sobre a história do cacau

Continuando a visita, descobrimos mais sobre a história do cacau e como ele era consumido já a cerca de 5000 anos atrás. Também podemos ver louças antigas onde o chocolate quente era servido.

Museu do Chocolate Colônia Museu do Chocolate Colônia

E por fim, a industrialização do chocolate, que passou a ser vendido em lojas e máquinas. Tem a replica de uma loja de chocolates antiga, com várias embalagens antigas de chocolate, e máquinas que vendiam chocolate, principalmente nas estações de trem.

Museu do Chocolate Colônia Museu do Chocolate Colônia

O último andar do museu mostra diversas marcas de chocolates, com jogos e atrações para jovens e crianças. Também expõe algumas propagandas antigas de chocolate. Para encerrar a visita, existe uma réplica de um armazém do século 19, onde eram vendidos artigos de luxo, inclusive o chocolate.

Schokoladenmuseum Museu do Chocolate de Colônia

De 1 hora e 30 minutos a 2 horas são suficientes para visitar todo o museu.

Na minha opinião, visitar o museu não é imperdível, apesar de ter partes interessantes. Mas se você estiver com crianças, ou gostar muito de chocolate ou tiver tempo sobrando em Colônia, vá conhecer. Algumas partes achei legais como saber como é o cacau, ver o chocolate ser produzido, as máquinas funcionando, essas coisas. Talvez se tivesse um áudio-guia ficaria mais atrativo. Mas vi muitas crianças se divertindo por lá, não deixa de ser um doce passeio.

Mas sempre lembrando que essa é apenas a minha opinião, sua decisão de ir ou não ao museu, dependerá dos seus gostos pessoais e do seu tipo de viagem.

Na saída do museu tem uma loja que vende chocolates, Lindt e outras marcas, e um café. Para visitar os 2 não é preciso pagar o ingresso. Talvez valha a pena ir até lá nem que for para tomar um chocolate, quente ou frio, com a vista do rio Reno e levar alguns chocolatinhos para casa.

Para aproveitar mais o passeio pela cidade, veja 9 atrações imperdíveis em Colônia.

 

Informações sobre o Schokoladenmuseum: O museu do chocolate de Colônia

Endereço: Am Schokoladenmuseum 1ª. Fica a aproximadamente 15 minutos de caminhada a partir da Catedral de Colônia. Dica: se o tempo estiver bom, vá caminhando pela margem do rio Reno e aproveitando a paisagem até chegar ao museu.

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira das 10 às 18 horas. De sábado, domingo e feriado das 11 às 19 horas. Importante: durante o mês de novembro, o museu fecha todas as segundas-feiras.

Valor de entrada: 11,50 euros por pessoa e crianças até 6 anos não pagam.

 

Fonte: site oficial Schokoladenmuseum e material impresso.

Planejando sua viagem?

Estamos aqui para te ajudar! Essas informações serão úteis para você:

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Tem algumas vantagens e para nós, a mais importante é que a maioria dos estabelecimentos tem cancelamento grátis. Isso ajuda muito, caso tenha algum contratempo ainda antes de viajar. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Em muitos países o Seguro Viagem é obrigatório e pode ser exigido na imigração. Por isso, nunca viaje sem. Você pode fazer agora uma cotação clicando aqui, e ganhará 5% de desconto utilizando o cupom CONTANDODESTINOS.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Get your Guide. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Fazendo as reservas pelos links acima, você não paga nada a mais e nós recebemos uma comissão, que nos ajuda a manter o blog e trazer sempre conteúdos novos e de qualidade para auxiliar na sua viagem.
Booking.com

Você pode gostar também

2 Comentários

  • Reply
    Marina
    19 de setembro de 2018 at 12:22

    Oi Aline, tudo bem? Adorei o post!
    Você comprou seu ingresso antes ou é tranquilo comprar no dia da visita?

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      20 de setembro de 2018 at 14:37

      Oie, Obrigada!!
      Eu comprei lá na bilheteria, fui durante a semana a tarde, e estava bem tranquilo.
      😉

    Deixe um comentário