Áustria Europa Viena

Visitar o Palácio Belvedere em Viena, na Áustria

O Palácio Belvedere (Schloss Belvedere) é uma das atrações de Viena. O lindo palácio em estilo barroco, é dividido em Belvedere Superior, que hoje abriga um museu que contém importantes obras, e Belvedere Inferior, que abriga exposições temporárias. As duas partes do palácio são ligadas por um lindo jardim.

O Belvedere Inferior foi inaugurado em 1716. Já o Superior foi construído entre 1717 e 1723, e pertenceram ao príncipe Eugenio de Saboia. Anos mais tarde, em 1752, os herdeiros do príncipe venderam o complexo do palácio para Maria Teresa da Áustria, que o nomeou Palácio Belvedere, que significa Bela Vista. Em 2 de maio de 1903, foi inaugurada a Galeria Moderna no Belvedere Inferior. Esse museu foi a primeira coleção estatal na Áustria dedicada a arte moderna. Nessa época já foram levadas para o museu obras de artistas importantes, como Van Gogh e Claude Monet.

O Palácio Belvedere é, desde 2001, Patrimônio Mundial da UNESCO, juntamente com outros prédios importantes do centro histórico de Viena. Atualmente, o Palácio Belvedere abriga a mais importante coleção de arte austríaca, desde a Idade Média até os dias atuais. No museu destaca-se a maior coleção de Gustav Klimt, entre as obras famosas estão Judith e O beijo. E foi por causa dessa obra que fomos até o Palácio Belvedere.

Planeje sua viagem ⇒ Encontre os melhores hotéis em Viena

Palácio Belvedere

 

Como foi visitar o Palácio Belvedere

Quando começamos a planejar nossa viagem a Viena, uma das primeiras coisas que decidimos era que queríamos ver de perto a obra O beijo, de Gustav Klimt, que fica no Palácio Belvedere. Tínhamos pouco tempo, ficamos apenas 2 dias em Viena, então o foco da nossa visita foi mesmo as obras de Gustav Klimt.

Quando chegamos ao Palácio Belvedere, fomos direto comprar nossos tickets. Tivemos desconto com o Vienna City Card, e os ingressos saíram por 12,50 euros cada. Foi bem tranquilo e os caixas não estavam com muita fila.

Mas dependendo da época, as filas podem ser grandes. Então, uma boa opção é adquirir seu ingresso com antecedência:

Fomos direto para o primeiro andar, onde estão as obras de Klimt, mas a primeira coisa que nos chamou a atenção foi o Marmorsaal, a sala de mármore. Essa sala é linda, muito bem decorada e com uma bela vista para o jardim do Palácio Belvedere.

Palácio Belvedere Palácio Belvedere

As outras salas do palácio não são decoradas, apenas possuem as obras e suas paredes, o que já é uma belíssima decoração. Fomos para sala onde fica O beijo. A obra de Klimt é lindíssima e realmente chama a atenção. É o quadro mais concorrido, sempre tem alguém olhando ou tirando uma foto.

Palácio Belvedere

Outra obra famosa desse artista que está nesse museu é o Judith I, que é muito expressiva e linda.

Palácio Belvedere

Leia também ⇒ Visita ao Palácio Schönbrunn em Viena

Entre outras obras famosas vimos quadros de Claude Monet, Vincent van Gogh e Edgar Degas.

Palácio Belvedere Palácio Belvedere

Palácio Belvedere Palácio Belvedere

Visitamos apenas o Belvedere Superior (Oberes Belvedere), porque era o que queríamos ver e porque não tínhamos mais tempo.

 

Como chegar no Palácio Belvedere

Uma das formas de chegar é de metrô, a estação mais próxima é a Südtirolerplatz, que também é chamada de Hauptbahnhof (estação central). Descendo nessa estação, ainda é necessário andar cerca de 15 minutos até o palácio.

Confesso que achei meio longe, e achamos uma outra forma para voltar para o centro de Viena, sem precisar andar muito. Pegamos o elétrico bem em frente à entrada do palácio. O ponto chama-se Schloss Belvedere, e ali passa o elétrico D, que vai em direção ao Ring, a avenida principal que cerca o centro de Viena.

Palácio Belvedere

 

Informações

O Palácio Belvedere Superior (onde fica a obra O beijo) fica aberto diariamente das 9 às 18 horas, e de sexta-feira das 9 às 21 horas.

A entrada para o Belvedere Superior custa 15 euros.

Com o Vienna City Card a entrada custa 12,50 euros.

Cada parte do Palácio Belvedere cobra a entrada separada, mas também existem opções de kombo-tickets, se a intenção for visitar todas as exposições do palácio.

Para mais informações sobre os tipos de tickets, acesse o site oficial.

 

Gostamos muito de ver “O beijo” de perto, e outras obras de artistas famosos. O Palácio Belvedere é lindo e realmente merece ser visitado, com mais tempo!




Booking.com

Booking.com

Você pode gostar também

4 Comentários

  • Reply
    Inês dota
    3 de agosto de 2017 at 18:38

    Achei muito lindo o palácio e seu jardim, não conhecia estes quadros, muito interessante as obras de klimt , não conhecia

  • Reply
    Ivy
    22 de agosto de 2017 at 16:55

    Olá, uma dúvida, o Jardim também é pago pra visitar?

  • Deixe um comentário