Europa Itália Veneza

O que fazer na romântica Veneza – Roteiro de 1 dia

O que fazer em 1 dia na romântica Veneza

Mas 1 dia em Veneza não é pouco? Sim, pode ser pouco, mas conseguimos conhecer os principais pontos turísticos da cidade e eu sinceramente, não teria muita paciência para ficar lá por vários dias. A cidade estava LO-TA-DA, mas lotada mesmo. Para conseguir tirar uma foto de alguma ponte e canal, sem aparecer nenhum turista, era trabalho duro. Mas enfim, Veneza é Veneza e será para sempre. Deve-se conhecê-la, nem que seja apenas 1 vez na vida!! Então, vamos falar um pouco sobre Veneza.

Veneza é uma cidade única, construída em cima de uma série de bancos de lama baixos entre as águas do Adriático, é regularmente atingida por enchentes, ou maré alta, como se fala por lá. A cidade com “ruas de água” atrai milhares de visitantes, e está cada vez mais cheia. Mas seus palácios, que remontam a época de riqueza da cidade, monumentos, pontes, ruas dominadas apenas por pedestres tem um charme todo especial, que não se perde mesmo com a maré alta de turistas.

Planeje sua viagem ⇒ Encontre os melhores hotéis em Veneza

Uma das primeiras dúvidas que surgiram quando resolvi incluir Veneza no nosso roteiro de 1 semana de viagem, foi: é possível chegar a Veneza de carro? Veneza é um conjunto de ilhas e não existe trafego de carros no interior da cidade, por isso a minha dúvida. Mas é possível sim!! Existe uma ponte que liga o continente à ilha. Podemos atravessar essa ponte, e chegar a Veneza de carro. Após a ponte chegamos a Piazzale Roma, e é aí que devemos estacionar o carro e seguir usando o único transporte disponível na cidade, os barcos.

Veneza
Veneza

Estacionamos o carro na Garage San Marco, e pagamos 30€ por 24 horas.

Após estacionar, compramos os tickets do Vaporetto na Piazzale Roma mesmo, e seguimos de Vaporetto para nosso hotel.

Como iríamos usar o Vaporetto apenas para chegar ao hotel e no dia seguinte para voltar para o carro, compramos o ticket individual. Mas existem outras opções para quem vai utilizar mais esse transporte.

A viagem de Vaporetto é uma delícia, e já começa a fazer parte do roteiro. Durante a viagem, podemos ver a arquitetura da cidade, ver a vida seguindo sob as águas. Descemos do Vaporetto na estação S. Zaccaria, que fica quase em frente a Piazza San Marco, que é a praça principal de Veneza.

Veneza

Depois seguimos para o nosso hotel, e fiz uma resenha completa sobre ele, ficamos no Hotel Sant’Antonin, e considero um ótimo custo-benefício para se hospedar em Veneza. E agora chegou a hora do nosso roteiro turistão pela cidade!!

Roteiro de 1 dia por Veneza

Vamos começar o roteiro pela principal praça de Veneza, a Piazza San Marco.

A construção da praça se deu no século IX, na época era apenas uma pequena área a frente da Basílica de San Marco. Em 1177, ela foi estendida após o aterramento de canais que passavam por ali, e tomou sua forma e tamanho que ainda possui atualmente.

Essa praça testemunhou cortejos, procissões, encontros políticos e incontáveis carnavais. Foi descrita por Napoleão Bonaparte como “a mais elegante sala de estar da Europa”.

Nela se reúnem milhares de turistas em busca de fotos e também, pombos, muitos pombos.

Na praça San Marco, se localizam outros pontos turísticos importantes de Veneza, como a Basílica de San Marco, o Palazzo Ducale e o Campanário.

Basílica de San Marco

A Basílica tem forma de uma cruz grega e possui 5 enormes domos. A igreja que vemos hoje é a terceira erguida no mesmo local. A primeira foi destruída por um incêndio, a segunda foi demolida para que fosse construída outra que refletisse o crescente poder de Veneza. O último projeto foi inspirado na Igreja dos Apóstolos de Constantinopla.

A Basílica é linda e ainda mais linda por dentro. Não se paga nada para entrar, mas lá dentro existem salas especiais que é necessário pagar a entrada. Se tiver uma fila para entrar, encare, ela anda bem rapidinho e vale a pena.

Veneza

Dica da Li: não se pode entrar com mochila na Basílica. Você pode fazer como nós, e fazer um revezamento entre quem entra e quem cuida das mochilas, ou então terá que guardá-la antes de entrar em armários que ficam à esquerda da Basílica.

A Basílica possui muitos tesouros, isso aconteceu porque, a partir de 1075, os navios que voltavam do exterior eram obrigados por lei, a trazer um presente precioso para a Igreja.

Os 4 cavalos que estão na frente da Basílica são réplicas de bronze, os originais estão protegidos no museu da Basílica. É possível também visitar o museu da Basílica e subir num andar superior. Para essa visita é necessário pagar 5€ de ingresso.

Palazzo Ducale

Palazzo Ducale ou Palácio dos Doges, foi fundado no século IX e era a residência oficial dos governantes de Veneza.

Veneza

A grande obra-prima gótica de Veneza tem sua aparência atual resultante de intervenções do século XIV e início do século XV.

É possível visitar o interior do palácio, o ingresso custa 19€ por pessoa.

Atrás do Palazzo Ducale está a Ponte dos Suspiros. Ela foi construída por volta de 1600, para ligar o palácio a prisão local. Conta-se que o nome vem dos suspiros que os prisioneiros davam quando eram levados para a prisão, e muitas vezes, essa era a última vista de Veneza que eles tinham.

Veneza

Campanário de Veneza

A primeira torre, concluída em 1173, foi construída para ser um farol e ajudar os navegadores. Em julho de 1902, a torre desmoronou. No ano seguinte começou sua reconstrução. A nova torre foi inaugurada em 25 de abril de 1912, no dia de São Marcos. Hoje é possível subir no campanário de onde se tem belíssimas vistas da cidade.

Veneza

Campanário de Veneza que é destaque na praça San Marco, tem quase 100 metros de altura. Para chegar ao topo, a subida é feita de elevador. A entrada para o campanário custa 8€ por pessoa.

Uma pausa para o café?

Aproveite que está na Praça San Marco e conheça o Caffè Florian, o café mais antigo da Europa ainda em funcionamento. Ele foi inaugurado em 29 de dezembro de 1720, e a decoração dele é linda. Mas um café servido na mesa pode custar uma pequena fortuna, então anota minha dica: vá até o fundo da cafeteria onde fica um balcão, e peça seu café. Dessa forma você tomará um café na cafeteria mais antiga e pagará por volta de 3€.

Torre dell’Orologio

A torre do relógio foi construída no fim do século XV. Ele tem representações das fases da lua e dos signos do zodíaco.

Acima do relógio está o leão alado de São Marcos sobre um fundo azul salpicado de estrelas. No topo, duas figuras em bronze tocam o sino de hora em hora.

Veneza

Passando pelo portal que fica abaixo da torre do relógio, siga para a ponte e mercado Rialto.

Rialto

O nome vem de rivo alto, ou margem alta, e é uma das primeiras áreas habitadas de Veneza. O bairro continua a ser um dos mais agitados da cidade, onde turistas e venezianos se cruzam entre as bancas de frutas, verduras e peixes. O mercado Rialto é u lugar imperdível de Veneza.

Em 1591, foi concluída uma nova ponte, sólida e de pedra, que até 1854, era a única forma de cruzar o Grande Canal. Uma foto da ponte Rialto é obrigatória durante a visita em Veneza.

Veneza

Dica da Li: Eu e o Arthur fazemos coleção de camisetas da Hard Rock Café, e em Veneza encontramos 2 lojas. Mas a loja que fica bem em frente a ponte Rialto, tinha camisetas e produtos exclusivos de Veneza, e gostamos muito mais.

Não fizemos o passeio de gondola, mas quem se interessar ele custa 80€ o passeio. Esse preço é tabelado, não adianta pechinchar.

Esses são os pontos principais para se conhecer em Veneza num roteiro de 1 dia. Pode-se também fazer esse roteiro durante um bate-volta na cidade.

Não se esqueça de se perder nas vielas da cidade, atravessando as pontes e canais, e curtindo cada cantinho de Veneza.

Mais uma dica importante: Na cidade anda-se apenas de barco e a pé, portanto, carregar malar muito grandes e pesadas não é uma boa opção. Opte por deixar as malas em armários na estação de trem, antes de pegar o Vaporetto.

Veneza

E como eu disse no início, Veneza é linda, apesar de cheia, e merece ser conhecida principalmente pela sua singularidade.




Booking.com

Planejando sua viagem?

Estamos aqui para te ajudar! Essas informações serão úteis para você:

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Tem algumas vantagens e para nós, a mais importante é que a maioria dos estabelecimentos tem cancelamento grátis. Isso ajuda muito, caso tenha algum contratempo ainda antes de viajar. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Em muitos países o Seguro Viagem é obrigatório e pode ser exigido na imigração. Por isso, nunca viaje sem. Aproveite a promoção de férias!! Clique aqui, utilize o cupom PROTETORSOLAR e ganhe 10% de desconto em qualquer plano escolhido. Se quiser pagar menos ainda, escolha o boleto como forma de pagamento e ganhe mais 5% de desconto.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Get your Guide. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Fazendo as reservas pelos links acima, você não paga nada a mais e nós recebemos uma comissão, que nos ajuda a manter o blog e trazer sempre conteúdos novos e de qualidade para auxiliar na sua viagem.
Booking.com

Você pode gostar também

8 Comentários

  • Reply
    Marcia
    3 de agosto de 2016 at 06:15

    Ainda quero conhecer Veneza. Realmente deve ser muito linda!

  • Reply
    A Li na Alemanha
    3 de agosto de 2016 at 06:16

    É uma cidade imperdível!! 🙂

  • Reply
    Michelle Torres Ruiz
    5 de junho de 2017 at 21:40

    Oi Aline! estou amando o seu blog e todas as suas dicas! Parabéns!!!

  • Reply
    CARMEN
    20 de fevereiro de 2018 at 01:43

    Oi Aline, gostei muito de como dividiu um dia em Veneza, e da forma que simplificou o roteiro e a história de cada local, só faltarou o passeio das gôndolas, mas num dia dará pra eu conhecer esse tão falado passeio querida!
    bjs. Carmen

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      20 de fevereiro de 2018 at 17:51

      Olá Carmen, obrigada pelo seu comentário!
      Faltou eu fazer esse passeio também, por isso não coloquei na minha sugestão de roteiro. Mas acredito que ele seja muito interessante. 🙂

  • Reply
    Bruno
    22 de maio de 2018 at 19:11

    Quero agradecer as dicas aqui deixadas que ajudam sempre imenso !! irei fazer Itália na próxima semana e reservei um dia para conhecer Veneza claro… Já agora, pergunto qual a melhor maneira e mais económica para conhecer a cidade??
    Falaram-me na possibilidade de comprar bilhetes de um dia e que permitem entrar e sair onde quisermos, pergunto se em seu entender acha esta a melhor solução??
    Obrigado mais uma vez pelas dicas.

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      23 de maio de 2018 at 04:45

      Olá Bruno, obrigada pela visita e comentário!
      Gosto de usar o cartão de turismo quando a cidade tem disponível. Você sempre deve evar em consideração o que o cartão oferece e o que você quer fazer na cidade. Se esse for o caso durante a sua viagem a Veneza, eu acho que vale a pena.
      Boa viagem 🙂

    Deixe um comentário