Europa Moscou Rússia

O que fazer em Moscou – Principais Pontos Turísticos para conhecer na capital da Rússia

Moscou é a capital e a cidade mais populosa da Rússia. A cidade é uma das maiores do mundo, sendo que é considerada a 14ª maior cidade em área. É um importante centro econômico, político, cultural e científico do país. A cidade é a sede do poder do governo da Rússia. O Kremlin, é o mais notável monumento da cidade. É uma cidade-fortaleza, e a residência do presidente do país. Possui 4 aeroportos e um extenso e ótimo sistema de metrô, assim, alcançando toda a cidade. O Kremlin e a famosa Praça Vermelha, são Patrimônios Mundiais da UNESCO desde 1990.

Estivemos em Moscou em junho de 2018, durante a Copa do Mundo. Encontramos a cidade lotada de turistas e consequentemente, filas imensas para entrar nos monumentos, como era de se esperar. Por isso, não entramos em alguns dos principais pontos turísticos. Nos contentamos em vê-los de fora. Entretanto, não ficamos chateados por isso, pois foi incrível. Nos impressionamos com a grandiosidade dos prédios, são mesmo imponentes.

Decerto, essa é uma daquelas cidades que vale a pena conhecer. E para te ajudar a decidir o que fazer em Moscou, listamos os principais pontos turísticos para você incluir no seu roteiro.

Encontre os melhores hotéis em Moscou com os melhores preços

 

O que fazer em Moscou

Kremlin

O Kremlin é um complexo fortificado localizado no centro de Moscou. O nome Kremlin significa fortaleza. É formada por muros e torres, que foram construídas por mestres italianos entre 1485 e 1495. O Kremlin possui uma área de 275.000 m².

Dentro do Kremlin, encontram-se diversos palácios e igrejas. Entre os monumentos podemos destacar o Campanário de Ivan, uma torre construída entre 1505 e 1508, por ordem de Ivan, o Grande. A torre de 81 metros e altura, pode ser visitada.

Entrada para o Kremlin

 

Praça Vermelha

A Praça Vermelha também é um ícone da cidade e marca seu centro. A grande praça retangular abriga importantes monumentos da cidade.

 

Catedral São Basílio

Essa catedral colorida é o símbolo da Rússia. Foi construída entre 1555 e 1561, para comemorar a vitória de Ivan, o Terrível, que capturou a fortaleza de Kazan no dia da Festa da Intercessão. A catedral é oficialmente nomeada Catedral da Intercessão.

A catedral é lindíssima. Não apenas seu lado que fica na Praça Vermelha é bonito, como também sua parte de trás, sem esquecer das laterais. Ambos são extremamente fotogênicos. Portanto, garanta sua foto na frente da catedral colorida de Moscou, é uma parada obrigatória.

Catedral de São Basílio

 

Mausoléu do Lenin

Na Praça Vermelha também se encontra o Mausoléu de Lenin, o líder fundador da União Soviética. Dois dias após a morte, o corpo de Vladimir Ilitch Ulianov, conhecido pelo pseudônimo de Lenin foi embalsamado. O sarcófago possui um ambiente com temperatura e umidade controladas, devido as condições necessárias para conservar o corpo. Lá dentro, não é permitido tirar fotografias nem parar para observar o corpo. É preciso andar numa fila continua e manter sempre o silêncio. Atrás do mausoléu, encontram-se os túmulos de outros líderes comunistas, como Stalin. O mausoléu tem um horário de visita bem reduzido, por isso, programe-se se quiser visitar.

 

GUM

GUM é uma loja de departamentos, que tem uma história interessante e uma fachada muito bonita. Durante a Revolução Russa de 1917, o prédio tinha por volta de 1200 lojas, e após a revolução, foi estatizada. Entre 1921 e 1928, a GUM operou como uma loja-modelo de varejo para consumidores em toda a Rússia, independentemente de classe, gênero ou etnia.

Em 1928, Stalin converteu a GUM em escritórios. Em 1953, voltou a ser uma loja de departamento e uma das poucas lojas na União Soviética que não tinha racionamento ou falta de produtos. Hoje, possui as lojas mais luxuosas de Moscou. Certamente, vale a pena ver a fachada e entrar para ver seu interior e seu teto de vidro.

GUM

 

State Historical Museum

Um incrível prédio de tijolos vermelhos abriga o Museu Histórico do Estado, o maior museu nacional da Rússia. Suas coleções possuem mais de 4,5 milhões de itens e contam mais de 100 anos de história.

O que fazer em Moscou

 

Catedral de Cazã de Moscou

É uma igreja ortodoxa localizada no canto nordeste da Praça Vermelha. Anteriormente, existia outra igreja no local, que foi destruida durante a era de Stalin. Portanto, a igreja que hoje podemos visitar, é uma reconstrução da original.

 

Portão da Ressurreição

Esse lindo portão fica ao lado da Catedral de Cazã e é uma das entradas para a Praça Vermelha. Na frente do portão, fica uma pequena capela. Enquanto estivemos por ali, podemos observar moradores indo até a capela para fazer suas orações.

Portão da Ressurreição

Ainda na frente do portão, antes de entrar na Praça Vermelha, encontra-se no chão uma bússola que é o marco zero das autoestradas da Rússia. Dizem que ficar em cima da bússola e jogar uma moeda para trás, traz sorte. Mas assim que os turistas jogam suas moedas, algumas pessoas ficam ali, desesperadas para pegar essas moedas e por consequência, quebram toda o clima  e a magia da lenda.

 

Gorky Park

Esse parque inaugurado em 1928, é um dos maiores parques da Rússia. Localizado ao lado do rio Moskva, esse parque foi citado na música Wind of Change, do grupo Scorpions, que fez parte da nossa adolescência. E foi por isso, que ele entrou no nosso roteiro. Quando chegamos nele, logo avistamos o arco da entrada. O parque é enorme e lindo, com muito verde para todos os lados. Certamente, um excelente local para aproveitar o tempo livre, praticar esportes e curtir o sol. Vimos por lá muitas pessoas correndo, andando de bicicleta e patins. Além disso, pelo parque estão espalhados quiosques que vendem lanches, cafés e sorvetes. Tomar um sorvete e passear pelo Gorky Park é com certeza, um excelente passeio.

Gorky Park

 

Teatro Bolshoi

Esse é o principal teatro da Rússia, e abriga uma das escolas de ballet mais famosas do mundo, a Academia de Ballet Bolshoi. A fachada do Teatro Bolshoi, que tem estilo neoclássico, é representada na nota de 100 rublos, a moeda oficial da Rússia.

O teatro foi inaugurado em 1825, e em 2011 foi reinaugurado após uma extensa renovação que durou 6 anos. Decerto, assistir um espetáculo de ballet nesse teatro, será uma experiência inesquecível.

Teatro Bolshoi

Perto do Teatro Bolshoi fica o mural A bailarina, feito pelo brasileiro Eduardo Kobra, com a finalidade de homenagear a bailarina russa Maya Plisetskaya.

A Bailarina

 

Tour pelas estações de metrô de Moscou

As estações de metrô de Moscou são conhecidas como Palácio do Povo, devido a suas belezas e riqueza de detalhes. Algumas estações são temáticas, além disso, todas são super bem decoradas e lindas. Um tour pelas estações de metrô de Moscou é um passeio imperdível, acredite. Cada vez que sair do trem, terá gratas surpresas. Uma vez que pagou a passagem e entrou no metrô, não é necessário sair. Basta ir fazendo as baldeações, conhecendo as estações e se surpreendendo todas as vezes, assim que descer do trem.

Se você não quiser fazer o tour sozinho, certamente, vale a pena comprar um tour guiado e conhecer as estações de metrô e suas histórias.

 

Bunker-42

Numa rua tranquila e um pouco mais afastado do centro, fica o Bunker-42. Um abrigo subterrâneo da época da Guerra Fria. Esse abrigo, que era interligado com o metrô e serviria como sede de comunicações no caso de um ataque nuclear. A visita ao Bunker-42 é possível apenas através de um tour guiado. É muito interessante conhecer as instalações e ver onde pessoas poderiam passar até 30 dias naqueles tuneis subterrâneos, no caso de um desastre nuclear.

Bunker-42

 

Inegavelmente, Moscou é uma cidade imperdível e além desses, há outros pontos turísticos interessantes. Seja como for, essas atrações que listamos já irão te dar uma boa visão da cidade. Monte seu roteiro do que fazer em Moscou começando por esses pontos turísticos e aproveite o melhor da cidade.

 

Vale a pena comprar com antecedência:




Booking.com

Planejando sua viagem?

Essas informações serão úteis para você

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Nunca viajamos sem um Seguro Viagem. Ainda não precisamos usá-lo, mas gostamos de estar prevenidos. Saiba como obter seu Seguro Viagem.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Get your Guide. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixe um comentário