Áustria Europa Gastronomia Viena

Cafés em Viena – Conhecemos 6 Cafés tradicionais e famosos da cidade

Os Cafés em Viena são uma das tradições da cidade. As casas de café estão por todo lado e apesar de serem uma atração turística, são muito frequentadas por locais também, que tomam seus cafés e leem seus jornais tranquilamente nesses locais. Os cafés são tão importantes que em 2011, entraram para a lista de Patrimônio Cultural e Imaterial da UNESCO.

Alguns desses cafés estão funcionando desde o século 19, outros são mais recentes, mas cada um tem seu charme, seu diferencial. Eu e o Arthur gostamos muito de café, então, não foi sacrifício nenhum visitar alguns Cafés em Viena e provar dessa tradição vienense. Gostamos de todos, mas claro, que temos nossos preferidos.

Quando estiver em Viena, escolha seu café, seja para tomar um café da manhã, almoçar ou um café da tarde, e aproveite a beleza e todo o clima que ele te proporcionará.

Planeje sua viagem ⇒ Encontre os melhores hotéis em Viena

 

Cafés em Viena

Café Sperl

Esse café foi inaugurado em 1880, e suas mesas charmosas já atraíram muitos artistas e intelectuais. Em 1988, o Café Sperl foi eleito, entre 200 cafés europeus, a casa de café do ano, pelo crítico Roy Ackerman. Apesar de ser um café, também possui refeições, leves ou completas, além de café, chocolate quente, chás, sucos, cervejas, vinhos, e opção de café da manhã.

Nossa opção no Café Sperl foi café da manhã. O que escolhemos acompanhava pães, manteiga, geleia, café e leite. O valor desse café da manhã foi 8,20 euros cada.

Cafés em Viena

Achamos que é um café que vale a pena conhecer pela história que carrega, e ele fica bem localizado, perto do Museumsquartier, uma região onde ficam vários museus e casas culturais em Viena. Dizem também, que o Café Sperl era o café preferido de Adolf Hitler.

Cafés em Viena


 Endereço: Gumpendorferstrasse 11

Estação de metrô próxima: Museumsquartier (linha 2) – cerca de 450 metros de distância do Café Sperl


 

Café Demel

A história dessa doceria começou em 1786, quando Ludwig Dehne se instalou em Viena e começou a produzir doces que caíram no gosto da população. Em 1857, Christoph Demel comprou a doceria. Foram seus filhos que mudaram o nome do local, passando a chama-lo Demel, como é ainda hoje.

Visitamos o Café Demel pois foi uma indicação do guia que fizemos o Free Walking Tour por Viena. Ele é vienense e nos disse que aquele era seu café preferido e que ele não gosta de Torta Sacher (se não sabe o que é, falaremos dela mais para frente). E lá fomos nós, provar um docinho e tomar um cafezinho a tarde.

O atendimento no local não foi nada bom, mas o ambiente é bonito, a vitrine de doces é grande e de babar. Achei interessante que existe um vidro que separa a cozinha de um dos salões com mesa. Dessa forma, você poderá tomar se café e observar como são feitos os doces dentro do Café Demel. Como não havia lugar nesse local, fomos para o primeiro andar. Pedimos 2 expressos e um Apfelstrudel, aquele enroladinho de maçã. O Apfelstrudel tem origem vienense e eu estava louca para prova-lo lá, na sua cidade natal. Apesar do mal atendimento, o Apfelstrudel estava realmente bom, muito melhor dos que já tinha provado na Alemanha, onde essa sobremesa também é facilmente encontrada.

Cafés em Viena

Os 2 expressos e o Apfelstrudel custaram 10,20 euros, isso sem gorjeta, que pode ser dada a parte, se você gostar do atendimento.


Endereço: Kohlmarkt 14. Essa rua fica bem em frente ao Hofburg, um dos pontos turísticos de Viena que, com certeza, você passará na frente.

Estação de metrô próxima: Herrengasse (linha 3) – cerca de 200 metros de distância do Café Demel.


 

Café Sacher

Esse café é famoso pois é nele que se encontra a famosa Sachertorte. Essa torta foi inventada por Franz Sacher em 1832, e é um bolo de chocolate com cobertura de ganache de chocolate amargo e recheio de geleia de damasco. Essa torta se tornou um símbolo de Viena e uma das especialidades gastronômicas mais famosa. Mas apesar da fama, não são todas as pessoas que gostam dela.

Nós não conseguimos entrar no café, porque a fila de espera estava enorme, e iria demorar muito. Mas isso não nos impediu de provar a famosa torta. Eu queria muito saber se iria gostar ou odiar a torta Sacher.

Em frente ao café, tem um quiosque, que vende pedaços menores da torta para viagem e essa foi nossa opção. No quiosque você encontrará também lindas embalagens e latas para presente.

Cafés em Viena

No café são servidos pedaços maiores da torta, mas encontra-se também os quadradinhos, que são pedaços menores. Eu aconselho começar pelo pedaço menor, principalmente, se você não tiver ninguém para dividir sua torta. Na verdade, eu gostei da Torta Sacher!! Achei que o sabor do chocolate amargo equilibra com a geleia de damasco, mas ao mesmo tempo, é um sabor forte, marcante, e acho que não iria gostar tanto se fosse um pedaço maior da torta.

Cafés em Viena Cafés em Viena

Esse quadradinho de Torta Sacher custou 4,90 euros. Dizem que a original Torta Sacher você encontrará apenas aqui, a receita é secreta e guardada a 7 chaves. Dizem também que, as tortas Sacher encontradas por toda Viena, não são iguais a esta.

Portanto, se você quiser provar a tradicional Torta Sacher e não quiser perder tempo na fila para entrar no Café Sacher, vá direto ao quiosque!


Endereço: Philharmonikerstrasse 4. Fica a aproximadamente 700 metros da Catedral de São Estevão.

Estação de metrô próxima: Karlsplatz (Linhas 1, 2 e 4) – cerca de 350 metros de distância do Café Sacher.


Leia também ⇒ Roteiro de 2 dias em Viena

 

Café Central

O Café Centra é um dos mais tradicionais cafés de Viena e foi inaugurado em 1876. Com sua decoração especial, parece um café bem turistão, mas é frequentado também por locais. Às vezes, também se forma fila na entrada, para esperar uma mesa. Fomos para almoçar e demos sorte de encontrar uma mesa livre, mas 30 minutos depois, já começou a formar a fila. A comida estava ótima, meu prato era um frango empanado que estava delicioso.

Cafés em Viena Cafés em Viena

O destaque especial desse café, para mim, foi a sobremesa. Fui pedir no balcão e perguntei por alguma sobremesa que fosse tradicional do Café Central, a atendente me indicou o Schokozauber. É um tipo de bombom recheado com mousse de chocolate e creme brúlée. A casca de chocolate por for do doce não é dura, é um chocolate macio. Recomendo!

Cafés em VienaCafés em Viena

Nosso pedido no Café Central foi: 2 pratos para almoço acompanhados de 2 cervejas de 500ml, um doce e um expresso. O total ficou 50,20 euros, sem contar a gorjeta. Um pouco salgado, mas vale a experiência.


Endereço: Esquina das ruas Herrengasse e Strauchgasse.

Estação de metrô próxima: Herrengasse (Linha 3) – menos de 150 metros de distância do Café Central.


 

Café Residenz

Esse café fica no Palácio Schönbrunn. Ouvi dizer que, aqui era servido o melhor Apfelstrudel da Áustria, e tive que comprovar a informação. Gente! Não posso afirmar que é o melhor da Áustria, mas é o melhor que já comi!! Já comi Apfelstrudel na Alemanha em diversos locais, em Hallstatt, que fica na Áustria também, e até no Café Demel, em Viena, como contei lá em cima. E sem dúvida, esse é melhor! Uma massa leve e um recheio delicioso! Pedimos 2 cafés e 2 Apfelstrudel que custaram 20 euros. Caro! Mas degustar comidas boas é um dos prazeres da vida, pelo menos da minha rsrs.

Cafés em Viena Cafés em Viena

É aqui também que acontece o Original Wiener Strudelshow, onde você pode assistir à preparação do strudel, que é uma verdadeira arte. A massa do strudel deve ser tão fina que é possível ler um jornal através dela. Aqui também, poderá fazer um curso de preparação de Apfelstrudel.


Endereço: Kavalierstrakt 52 (ao lado do Palácio Schönbrunn)

Estação de metrô próxima: Schönbrunn (Linha 4) – cerca de 650 metros de distância do Café Residenz.


 

Café Frauenhuber

Esse café não tivemos tempo de conhecer, mas ele entrou para a lista por ser o café mais antigo de Viena. O local também me chamou a atenção pelo fato de Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven, já terem tocado nos salões do café, no passado.

Cafés em Viena


Endereço: Himmelpfortgasse 6. Fica a aproximadamente 450 metros da Catedral de São Estevão.

Estação de metrô próxima: Stephanplatz (Linhas 1 e 3) – cerca de 350 metros de distância do Café Frauenhuber.


Esses foram os Cafés em Viena tradicionais que conhecemos, os Kaffeehaus. Mas existem muitos outros, que também valem a pena. Entre eles estão, Café Diglas, Café Museum, Café Mozart e o Café Landtmann, que dizem que era o café preferido de Sigmund Freud.

E você, já conheceu algum dos tradicionais cafés de Viena?

 

Guarde esse post no seu Pinterest, clique e salve a imagem abaixo:

Cafés de Viena




Booking.com

Planejando sua viagem?

Essas informações serão úteis para você

 Sempre que viajamos reservamos nossa hospedagem, seja em hotel ou hostel, pelo Booking.com. Veja todas as nossas experiências em hotéis/hostels durante as viagens.

Nunca viajamos sem um Seguro Viagem. Ainda não precisamos usá-lo, mas gostamos de estar prevenidos. Saiba como obter seu Seguro Viagem.

Ganhe tempo nas suas viagens comprando os ingressos antecipadamente pela Ticketbar. Eles oferecem ingressos para atrações, tours, passeios de barco, ingressos com várias atrações combinadas, entre outras opções. Garanta seu lugar e evite filas!

Você pode gostar também

8 Comentários

  • Reply
    Adriana Mendonca
    1 de agosto de 2017 at 05:10

    Quando estive em Viena passei tão pouco tempo que só deu pra conhecer um desses cafés. Uma pena, estou vendo o tanto de coisa boa que perdi! Preciso voltar! Não só pelos cafés, é que realmente a cidade é muito linda e merece uma visita com mais calma.

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      3 de agosto de 2017 at 15:36

      Verdade Adriana, fiquei 2 dias e é pouco. Viena tem muitos lugares lindos.

  • Reply
    Gabriela Torrezani
    1 de agosto de 2017 at 05:52

    Gente, que delícia de post! Não fazia ideia de haver tantos cafés legais em Viena… Quando fui pra lá não visitei nenhum desses, que absurdo! Tenho que voltar… logo eu que amooo entrar num café, fazer hora ali, aproveitar os quitutes… 🙂

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      3 de agosto de 2017 at 15:36

      Então agora já sabe, aproveite muito os cafés quando voltar a Viena! 🙂

  • Reply
    Analuiza (Espiando Pelo Mundo)
    1 de agosto de 2017 at 08:14

    Ai, Aline… você tocou em meu ponto fraco! Adoro cafés e cafeterias! Não saberia dizer qual das que você cita achei mais interessante ou elegante (mesmo a que teve um atendimento ruim). Deve ser um programa delicioso o de visitar cafeterias em uma cidade bonita como Viena.

    Eu fiquei doida de vontade de experimentar a torta Sacher! Gosto de chocolate amargo e amo tudo que é feito de damasco, a ponto de uma vez em Lucca na Itália, entrar em umas 5 cafeterias até encontrar alguma coisa com damasco para acompanhar meu café. 🙂 bjs

    • Reply
      Aline Dota Naganawa
      3 de agosto de 2017 at 15:40

      Ana, se você gosta de chocolate amargo e damasco, você vai amar a Torta Sacher. Tem muita gente que nao gosta, mas eu gostei sim!! E eu também adorei esse roteiro de conhecer vários Cafés de Viena 🙂

  • Reply
    Diego Arena
    3 de agosto de 2017 at 08:11

    Tanto cafe bonito e com coisaa gostosas que é ate dificil escolher um. Quero ir em todos haha, principalmente para comer o Apfelstrudel.

  • Deixe um comentário